<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=424994&amp;fmt=gif">
iZoom 2018

20 publicitários famosos que você precisa conhecer

Nizan Guanaes é um dos publicitários famosos mais consagrados. Com obras icônicas, como a campanha "Pipoca com Guaraná" e a "Tomou?", com os mamíferos da Parmalat, ele se tornou um sucesso. Veja mais neste texto!

[fa icon="calendar"] 07/09/2018

Se inspire com esses profissionais da publicidade!

Se inspire com esses profissionais da publicidade!

Publicitários famosos são quase sempre uma fonte inesgotável de inspiração, tanto para a criatividade como para a gestão da agência. Afinal, com o avanço assombroso da era digital, que mudou de forma brusca as relações comerciais, é melhor ficar de olho naqueles que são referência para o mercado, não acha?

Por um lado, ampliaram-se os canais entre quem vende e quem compra na internet. Por outro, o mercado da propaganda ficou ainda mais competitivo. Desse modo, conhecer um pouco sobre profissionais consagrados na área é tão importante como assistir a filmes para publicitários, isto é, faz parte da atualização profissional. Neste post, vamos mostrar incríveis ícones da publicidade. Acompanhe!

   
   Confira também:


1. Washington Olivetto

Washington Olivetto é quase uma unanimidade, tendo sido o pioneiro a projetar a propaganda brasileira em nível internacional. Ele é indiscutivelmente um dos publicitários mais famosos do país.

Tanto é assim que Olivetto é uma das personalidades retratadas na obra “Na Toca dos Leões”, que está entre os 20 melhores livros para publicitários. Mais de uma vez, ele foi considerado o profissional do século pela Associação Latino-Americana de Agências de Publicidade (Alap). Depois de ser aclamado como um dos melhores criativos do mundo, Olivetto também ganhou destaque como empreendedor.

Ele uniu a sua renomada W Brasil ao poderoso grupo norte-americano McCann, que abrange um conglomerado de agências de propaganda distribuído por mais de uma centena de países.

Olivetto foi ainda o primeiro latino-americano a receber o prêmio Clio Awards em 2001, com um comercial que fez para a revista Época. Já foi escolhido como uma das 25 figuras mais relevantes da propaganda pela Media Internacional, uma revista britânica.

Professor Emérito pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) desde 2015, Olivetto é autor de trabalhos clássicos da história da publicidade nacional como “O primeiro sutiã”, para a Valisere nos anos 80, o “Cachorro da Cofap” e o “Garoto Bombril”, entre tantas outras marcas de sucesso.


2. Anselmo Ramos

Anselmo Ramos é um publicitário que foi reconhecido primeiro nos Estados nos Unidos, onde atuava em Miami. Quando voltou ao país, ele foi proclamado como uma das figuras mais marcantes da publicidade pela Ogilvy Brasil, um braço da marca mundialmente prestigiada no marketing. Por essa agência, Ramos obteve nada menos do que 35 Leões em Cannes.

No mercado nacional, foi muito bem-sucedido com a campanha “Retratos da Real Beleza”, elaborada para alavancar as vendas do sabonete Dove. Corajoso, ele trouxe à tona a temática dos padrões de beleza que escravizam as mulheres, muitas vezes, estimulados pela própria indústria cosmética. A iniciativa foi muito bem aceita.

Quem tem dificuldades para compreender as tendências do mercado publicitário precisa ficar atento a Anselmo Ramos. O trabalho para a Dove não foi a primeira vez que ele se mostrou um visionário. Em 2014, esse publicitário se destacou com o case de propaganda Proud Whopper para a rede Burger King na parada gay em São Francisco.

Nesse trabalho, com o slogan “Somos todos iguais por dentro”, ele fez da rede de fast food uma das primeiras grandes empresas a se posicionar a favor dos direitos da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgêneros), um promissor filão do consumo, como todos sabem.

Ele também desponta como gestor. De volta a Miami em 2011, Ramos fundou a internacional agência DAVID, em parceria com Fernando Musa, com escritórios também em São Paulo e Buenos Aires.

No final de 2017, esse publicitário anunciou a sua saída da David e a sua intenção de criar uma agência independente. Neste ano, em abril, ao lado do sócio argentino Gaston Bigio, ele divulgou a criação da GUT.


3. Marcello Serpa

Marcello Serpa foi sócio presidente e diretor de criação da AlmapBBDO, uma das mais famosas agências de propaganda do país. Em quatro anos, a AlmapBBDO conquistou o título de agência mais premiada do mundo: 2004, 2005, 2010 e 2012.

Serpa acumula mais de uma centena de Leões em Cannes, o prêmio mais ambicionado pelos profissionais de marketing. Ele levou ainda 25 troféus Clio como diretor de criação. Já foi agraciado em outros eventos importantes como o London Festival, o One Show e o New York Festival.

Esse profissional foi reconhecido pelo mercado com trabalhos para gigantes como as Havaianas, a Volkswagen, O Boticário e a Pepsi. Há alguns anos, ele se mudou com a família para o Havaí, onde se dedica ao surfe e à pintura. Mesmo tendo pendurado as chuteiras da propaganda ou, pelo menos, suspendido, esse talento continua sendo considerado um exemplo do setor.

Ele é um dos profissionais que defende uma gestão estratégica para a agência, já que acreditava na máxima de que o “O ROI [Retorno sobre o Investimento] é o novo rei”. Não foi à toa que ele pode se dar ao luxo de deixar a publicidade para aproveitar mais a vida. Ele e seu sócio José Luiz Madeira venderam todas as ações da bem cotada AlmapBBDO depois de mais de 20 anos de atuação na agência.


4. Nizan Guanaes

Outro nome que não pode faltar na lista de publicitários famosos é o de Nizan Guanaes, ídolo do marketing que teve sucesso profissional em criatividade e também na gestão estratégica de negócios.

Nizan foi um dos fundadores do Grupo ABC, vendido em 2015, que reúne mais de 15 agências, como a Africa e a DM9DDB. Ele é aclamado como empreendedor e como influenciador em nível internacional. Baiano, Guanaes integra a Clinton Global Initiative, do World Economic Forum, entre outras instituições das quais participa.

Pela então agência W/GGK, esse publicitário fez muito sucesso com um comercial para a conta do jornal Folha de S.Paulo em 1988. O vídeo mostrava a figura de um homem que era construída aos poucos na tela. Em off, uma voz dizia frases como “reduziu a inflação para 25% ao ano”, para valorizar a atuação política de alguém ainda desconhecido do público.

Vários outros elogios são feitos "pela voz" a esse personagem misterioso. No final, é revelado que a figura em questão era Adolf Hitler. Assim, o comercial terminava com a seguinte mensagem: “É possível contar um monte de mentiras só dizendo a verdade. Por isso, é preciso tomar muito cuidado com a informação e o jornal que você recebe".

As cenas justificariam o marcante slogan: "Folha de S. Paulo, o jornal que mais se compra e o que nunca se vende". Guanaes também é autor de outros clássicos da história da publicidade como a campanha “Pipoca na panela começa arrebentar”, para o Guaraná Antarctica, e a “Tomou?”, com os mamíferos da Parmalat. Em janeiro deste ano, o publicitário anunciou que passará a se dedicar a consultorias.


5. Rodolfo Medina

Rodolfo Medina, da consagrada agência carioca Artplan, que em 2017 completou 50 anos de atividades, também é um destaque na carreira publicitária. Seu pai, Roberto Medina, foi o criador do “Rock in Rio”, festival de música que dispensa apresentações.

Por causa disso, Rodolfo Medina foi praticamente criado nos bastidores desse evento, que ele ajudou a levar para países como Portugal e Espanha com bastante sucesso. Entre os trabalhos dessa consagrada agência estão campanhas para Os Correios, para a Caixa Econômica Federal e para os ministérios do Turismo e das Cidades.

Em agosto deste ano, a Artplan ganhou a conta da operadora de conectividade via satélite Yahsat, dos Emirados Árabes, que em breve passará a atuar no Brasil. Já em julho, a agência fez a criação da nova comunicação da marca Café Melitta.


6. José Borghi

José Borghi é outro profissional do marketing a participar da lendária campanha “Tomou?”, feita para a Parmalat, na qual crianças fantasiadas de bichinhos de pelúcia conquistaram o coração do público.

Borghi também ajudou a criar o refrão “É o amor” para o tempero Sazón. Ele frequentou as melhores agências do país até fundar a sua própria, em 2002, ao lado do amigo Erh Ray.

Assim, surgiu a agência BorghiErh, que quatro anos mais tarde seria vendida para o grupo Lowe, dando origem à Borghi/Lowe. Mais tarde, ela seria transformada na atual Mullen Lowe, a qual Borghi deixou em janeiro deste ano para viver um período sabático.


7. Pedro Cruz

Pedro Cruz, CCO (Chief Operating Officer ou diretor-geral) da FCB Brasil, é mais um dos nomes a integrar a lista de publicitários famosos. Entre os sucessos de seu portfólio destaca-se a criação do Skol Beats, evento de música eletrônica que caiu no gosto do público.

A iniciativa foi considerada inovadora porque, até então, acreditava-se que a audiência mais forte da cerveja fosse os amantes de samba e de pagode. Essa fera do marketing já passou por agências de propaganda muito bem colocadas no mercado como a Y&R, a Grey, a Africa e a Bates.


8. Abel Reis

Se você sofre com o descontrole de processos em sua agência, saber um pouquinho mais sobre Abel Reis, CEO da Dentsu Aegis Brasil e da Isobar América Latina, pode trazer inspiração para encontrar as saídas.

Há anos, ele defende que a agência deve fazer uma gestão de projetos para se organizar como negócio. Isso porque a quantidade de canais e de recursos necessários na publicidade hoje em dia é muito vasta.

Mestre em engenharia, doutor em semiótica e com graduação em Filosofia e Informática, esse publicitário afirma que é preciso apresentar desenhos de soluções de negócio aos clientes, o que exige, além da criatividade, investimento em "engenhosidade". A estratégia, para ele, deve ser baseada no diagnóstico preciso.


9. Fernando Musa

Presidente do grupo Ogilvy Brasil, Fernando Musa, ao lado de Anselmo Ramos, foi um dos responsáveis em fazer dessa agência uma das mais contempladas com prêmios em Cannes.

Assim, eles conquistaram diversos Leões, pelo menos, 35 até 2013. Já em abril de 2018, a Ogilvy Brasil divulgou a formação de uma joint venture em parceria com a Nexo, consultoria de inovação tecnológica dos sócios Luiz Carvalho e Diego Figueiredo, para investir em inteligência artificial.


10. Luiz Lara

Chairman da Lew’Lara\TBWA, agência da qual é um dos fundadores, Luiz Lara é mais uma estrela no mundo da propaganda que coleciona prêmios. Ele criou campanhas marcantes em nível nacional como “O banco da sua vida”, para o Banco Real, “Não tem idade certa para ser você mesma”, para a linha Ekos da Natura, “Viver com fronteiras”, para a Tim, além da fantástica “Pôneis malditos”, para a Nissan.

Muitos donos de agência têm dificuldades em acompanhar a evolução trazida pelo marketing digital. Afinal, é preciso desenvolver um potencial produtivo que dê lucro.

Nesse contexto, seria muito prudente prestar atenção em um conselho dado por Lara em entrevista a veículo da Globo. “Acabou o comercial unidirecional para a massa, o consumidor interage. As agências devem produzir conteúdo relevante e que converse com as pessoas”, disse.


11. Igor Puga

Diretor de marketing do grupo Santander Brasil, Igor Puga é mais um nome para a lista de publicitários famosos. Ele já foi CEO da agência DM9DDB e já teve em seu portfólio clientes de peso como a Ambev, a C&A, o Itaú e o Walmart, entre outros.

Em seu currículo, também figuram outras agências renomadas como a Publicis, a Africa e a JWT. Ele despontou em uma campanha para a rede de lojas Pernambucanas ao utilizar pausa cênica em vídeos que filmavam os desfiles.

Essa sacada aparentemente simples foi um sucesso, já que na época ainda era inédita. Foram milhões de acessos às imagens, que viraram um marco na história dessa líder do varejo.

Recentemente, Puga afirmou que as agências de publicidade são ambientes insalubres, uma afirmação bastante curiosa para alguém que hoje atua no mercado financeiro, considerado um dos mais estressantes para se trabalhar.


12. Paulo Giovanni

Paulo Giovanni já ocupou o cargo de chairman da Publicis Worldlwide Brasil e também da Leo Burnett Tailor Made. Ele foi o fundador das agências Giovanni+DraftFCB e Tailor Made, que foram adquiridas por grupos empresariais estrangeiros.

Giovanni já teve contas de peso como a Nike, a Tim, a Sky, a Kraft, a P&G, a Fiat, entre inúmeras outras. Em 2015, esse profissional foi eleito o “Homem do Marketing no Brasil” pelos jurados do prêmio Marketing Best. Radialista, também fez sucesso como comunicador.


13. Sergio Gordilho

Co-presidente da agência Africa, Sérgio Gordilho é diretor de arte e formado em arquitetura. Entre seus feitos está uma aplaudida campanha para a cerveja Budweiser, considerada uma das melhores pela publicação norte-americana Advertising Age.

Em novembro de 2017, ele conquistou o prêmio El Ojo, uma das mais relevantes premiações da propaganda na região ibero-americana. Gordilho, na ocasião, foi escolhido como o melhor profissional com talento criativo.

A vitória foi obtida com uma campanha feita para o canal de esportes ESPN, a Inequality Courts (ou Quadras Desiguais), que foi elaborada para divulgar a plataforma ESPN W. O objetivo era levantar a temática da desigualdade entre os gêneros no mundo esportivo. Por essa razão, Gordilho levou a melhor na categoria “Diversidade de Gênero”. O comercial rendeu ainda um Leão em Cannes.


14. Hugo Rodrigues

Inconfundível com sua vasta cabeleira, Hugo Rodrigues foi CEO da Publicis Brasil por mais de 18 anos, de onde saiu em 2017. Atualmente, chairman & CEO na WMcCann, ele é considerado um dos ídolos mais respeitados do mercado.

Já foi o responsável pela comunicação de grandes e fortes marcas como a GM, a P&G, a Nestlé, a L'Oréal, o Habib’s, Carrefour, Bradesco, a Sony e a Centauro. Antes de ficar famoso, Rodrigues vendeu sacos de lixo e produtos de limpeza, além de trabalhar em gráfica.


15. Ezra Geld

CEO da agência JWT (J. Walter Thompson Brasil), Ezra Geld sobressaiu no mercado da propaganda por causa de seu perfil como planejador de mídia. Ele é graduado em História Econômica e Social pelas universidades de Bristol, na Inglaterra, e de Cornell, nos Estados Unidos.

Considerado um profissional capaz de agir rápido numa época em que a tecnologia não para de avançar, o que faz com que essa habilidade seja mais requisitada do que nunca. Geld teve um grande destaque em 2014, quando produziu propagandas para a Coca-Cola que eram elaboradas e veiculadas em tempo recorde — menos de 24 horas — durante a Copa do Mundo daquele ano, realizada no Brasil.


16. David Laloum

O francês David Laloum é outro nome que não pode ficar de fora do seleto grupo de publicitários famosos com atuação no Brasil. Presidente da Y&R, ele conseguiu um respeitado reconhecimento quando apostou no “ruivinho da Vivo”, que anunciava ofertas para celulares pré-pagos dessa operadora.

Já atendeu a empresas com participação significativa na economia internacional e nacional, como a Itaipava, a Peugeot e a Honda Motos. Isso sem contar a experiência com marcas voltadas ao mercado de luxo, como a Land Rover, a Chanel, a Jaguar, entre outras.

Quando chegou à Y&R, ele defendeu a conexão entre os vários departamentos de uma agência, o que revela como é importante se preocupar com a gestão publicitária, e não apenas com a área de criação. “Vim com a missão de integrar a criação com as outras áreas”, disse o profissional em entrevista para periódico da Globo em 2015.


17. Fábio Fernandes

Diretor-executivo de criação da F/Nazca Saatchi & Saatchi, Fábio Fernandes também figura entre os principais nomes da propaganda brasileira. Por 18 anos, ele manteve uma parceria com a marca Skol. Já fez campanha para a fabricante de tênis Mizuno.

Ganhou mais de 50 Leões no Festival de Cannes, além de ter sido premiado no New York Festival, no Clio Awards, no The One Show e no London Festival, entre outras homenagens conquistadas.

Em seu portfólio, está a campanha “Pensadores pensam. Você, bora lá”, que rendeu ao Guaraná Antarctica um recorde de views: 86, 6 milhões. O profissional também teve destaque com a iniciativa “Luiz Augusto”, campanha feita para a Sadia, que deu esse nome à concorrência em tom provocativo.

Apesar de muitas polêmicas, a propaganda foi absolvida pelo Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), dando mais destaque tanto para a marca como para a agência.


18. Eco Moliterno

Com sua genial ideia de usar o inglês macarrônico do técnico de futebol Joel Santana para chamar a atenção do público, Eco Moliterno fez um grande sucesso com o comercial “Donti Révi Caspa”, feito para a marca de xampu Head & Shoulders.

Esse profissional do marketing é muito respeitado na área de propaganda para a internet, com iniciativas virtuais de excelente resultados como a “Vai amarelar”, para a Gillette, e a hashtag “#tamoconectado”, produzida para a operadora Vivo, que contou com o também treinador de futebol Luiz Felipe Scolari, o Felipão, como estrela da iniciativa de marketing.


19. Márcio Oliveira

Márcio Oliveira, CEO da DM9, acaba de anunciar que sua agência conquistou a conta da OLX, plataforma virtual de compras. Com passagem pela Lew’Lara\TBWA, pelo Grupo Omnicom e pela Y&R, esse publicitário já criou peças para a Volkswagen, para a Danone e para a Ford.

Em 2014, ainda pela Lew’Lara, ele liderou o case para a Friboi que teve seu sucesso com Tony Ramos e seu fracasso com Roberto Carlos. No caso do cantor, que nos últimos 30 anos se dizia vegetariano, houve muitas críticas pela escolha dele para representar uma marca de carnes.

A estratégia publicitária também foi alvo de críticas de ativistas vegetarianos. Por causa do desgaste, o contrato milionário do cantor com o grupo JBS acabou rompido.


20. Ulisses Zamboni

Diretor-presidente da agência Santa Clara, Ulisses Zamboni já teve experiências em agências estrangeiras nos Estados Unidos e na Europa. Um destaque na área de planejamento, esse famoso publicitário comandou as operações de agências como a TBWA, a Y&R e a Giovanni/FCB.

O profissional também já foi vencedor do Prêmio Caboré e do Prêmio de Contribuição Profissional da APP (Associação dos Profissionais de Propaganda). Essa homenagem foi obtida em razão de sua performance com gestão e planejamento.

Como você pôde notar, conhecer um pouco mais sobre os publicitários famosos pode ser uma boa maneira para melhorar a sua gestão e ser mais criativo. Assim, procurando se informar sobre o que pensam as celebridades do marketing, vai ficar mais fácil compreender as tendências do mercado.

Além disso, é um modo bastante interessante de se atualizar, não é mesmo? E você, que tal dividir este conteúdo com seus amigos e colegas? Compartilhe este artigo em suas redes sociais!



Viviane Rodrigues

Escrito por Viviane Rodrigues

Graduada em Jornalismo e cursando Marketing, auxilia no marketing do iClips e acredita que o marketing digital tem grande importância na condução de qualquer negócio.


Posts Relacionados

Saiba como aumentar a produtividade da sua agência