<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=424994&amp;fmt=gif">
iZoom 2018

6 ações para sua agência se preparar para a Black Friday

Com a Black Friday chegando, é provável que sua agência já esteja recebendo várias demandas. Você está preparado? Pois nós estamos preparados para te ajudar com 6 ações para colocar em prática desde já!

[fa icon="calendar"] 13/10/2017

 

Sua agência já está preparada para a Black Friday?
A Black Friday já está batendo na porta. E a sua agência, está pronta para recebê-la?

24 horas para comprar e muita, mas muita sede para adquirir produtos por um bom preço. Trata-se da Black Friday, evento que surgiu nos Estados Unidos e que ganhou popularidade no Brasil há pouco tempo.

E por trás de toda empresa cujo objetivo é aproveitar a oportunidade para obter maiores lucros, existe uma agência elaborando estratégias que atraiam mais consumidores para lojas físicas ou e-commerce.

Diante disso, nada melhor que estar preparado para atender aos seus clientes com campanhas inovadoras e, ao mesmo tempo, manter o fluxo de trabalho operando de maneira organizada. 

Pensando nisso, preparamos este artigo com 6 ações que você já pode começar a colocar em prática para que seu cliente se destaque no dia 24 de novembro. Vamos lá?

  

Como sua agência pode se planejar para a Black Friday?

Efetuar um levantamento de quais clientes têm perfil para participar da campanha e monitorar os concorrentes são exemplos de ações que você pode colocar em prática ao se preparar para a megaliquidação. As demais você confere lendo o artigo completo!

 

1# - Entenda quais clientes têm perfil para participar

Embora a oportunidade de vender produtos e oferecer serviços mais baratos pareça aplicável a todos os setores, na prática, esta é uma questão um pouco mais complexa. Afinal, é comum que agências tenham clientes de diversos âmbitos, que vão de empresas de eletrodomésticos a consultórios dentários, por exemplo.

Portanto, fazer um levantamento com antecedência de quais clientes possuem fit para participar desse tipo de campanha é fundamental para obter previsibilidade de produção e evitar possíveis transtornos.

Além de conhecer o perfil do cliente, seus produtos e serviços, é fundamental entender se faz parte da sua estratégia de vendas oferecer esse tipo de desconto e se a empresa possui caixa para tal.

Nesse caso, se a empresa não está apta a oferecer descontos que sejam realmente interessantes, não participar do evento pode ser a melhor decisão para evitar uma experiência ruim por parte do cliente.

Isso porque, elevar os preços antes da data para depois oferecer um desconto maior é, infelizmente, ainda uma prática comum aqui no Brasil. Em contrapartida, cada vez mais consumidores têm se atentado ao perigo do golpe de preços ilusórios, o que, consequentemente, é mais um motivo para se pensar duas vezes antes de oferecer esse tipo de "desconto". 

Do contrário, reverter a imagem da empresa pode se transformar em uma difícil tarefa para a agência, e temos certeza que você não quer isso, certo?

 

2# - Antecipe a expectativa de divulgação dos clientes que têm interesse em fazer ações

Após decidir quais clientes irão participar do evento, chegou a hora de entender (se possível juntamente com eles), quais são os seus objetivos e metas em relação à campanha. Afinal, trata-se somente de aumentar as vendas? Também, mas não é só isso.

Muitas empresas aproveitam a data para apresentar seus produtos e serviços a novos consumidores, ou seja, aumentar a visibilidade da marca e atrair novos clientes para seu negócio.

Nesse sentido, é importante alinhar com o cliente quais produtos serão disponibilizados com o desconto, (por exemplo, produtos que estão parados no estoque, produtos com preços baixos e que são a porta de entrada para a venda de outros, etc.).

Se esse for o caso, é preciso pensar em estratégias de divulgação específicas para alcançar esse objetivo. Indo mais a fundo, tratando-se de lojas físicas, aumentar a equipe de atendimento ou treinar os atuais funcionários a fim de proporcionar uma experiência satisfatória aos clientes pode ser uma solução eficiente. 

No entanto, antes de orientar o cliente a desempenhar tais estratégias, é necessário se basear em três questões:

    • Qual é o objetivo do cliente?
    • Ele possui Budget para tal?
    • Como podemos trabalhar com a verba disponível?

 

3# - Monitore os concorrentes dos seus clientes

Monitorar os concorrentes é uma ótima oportunidade para gerar bons negócios e esta estratégia cabe muito bem em eventos como a Black Friday.

O preço é o carro chefe da megaliquidação, é ele quem vai impulsionar o cliente a efetuar a compra, a qualidade do produto também é um fator primordial, mas vamos presumir que esta questão seja um fator bem resolvido na empresa do seu cliente e focar somente nos preços.

Nesse caso, para manter as melhores ofertas para os produtos que oferece, é necessário se fazer a seguinte pergunta: Das ofertas que o seu cliente possui, em quantas delas há concorrentes comercializando o mesmo produto?

Tendo esta percepção em mente, é preciso analisar até que ponto é seguro para o seu cliente baixar os preços sem que isso interfira na estratégia do negócio. Feito isso, o próximo passo é criar padrões de precificação com base na concorrência que estejam de acordo com a estratégia do cliente.

Outra forma de gerar boas oportunidades com a concorrência é através de suas próprias campanhas. Se o concorrente lançou uma campanha que dá margem para uma "resposta" criativa do seu cliente, aproveitar o momento para gerar visibilidade e engajamento pode ser o pontapé inicial para atrair mais clientes. Portanto, é preciso ficar atento, pois em 24 horas muita coisa pode acontecer.


4# - Cumpra somente o que sua agência é capaz de produzir

Muito do sucesso desse tipo de ação depende da organização da agência e do seu entendimento do que realmente pode cumprir. Nesse caso, é preciso levar em conta que já existe uma demanda de rotina que não pode parar por conta destas ações pontuais, afinal, são estes serviços que geram a maior parte da lucratividade da agência, não é? 

O ideal é levar em conta os seguintes fatores:

  • O tempo necessário para elaborar a campanha;
  • O perfil dos clientes que irão participar;
  • O tráfego de jobs normal da agência;
  • Os gargalos no tráfego passíveis de inserção de novas campanhas;
  • A flexibilidade, disponibilidade e potencial dos colaboradores para executar as campanhas.

Partindo desses princípios, a garantia de oferecer serviços de qualidade não fica comprometida por gargalos que possam surgir. 

A capacidade produtiva se estende também ao quanto a agência deve estar atenta a possíveis desdobramentos que possam ocorrer em tão pouco tempo, dadas as proporções que a data possa gerar, é preciso dispor de atendimento - tanto em lojas físicas quanto em ecommerces - personalizado para suprir a grande procura. 

Um exemplo é o profissional de social media, que precisa correr contra o tempo  caso não haja um planejamento eficiente que preveja o aumento de interação e mantenha um plano de contingência para futuros imprevistos.

Do contrário, uma única reação negativa sem o retorno adequado no tempo certo pode virar uma bola de neve na internet, local em que informações se propagam em um piscar de olhos. 

Guia de Gestão de Agências por Felipe Morais

O autor Felipe Morais pontua alguns tópicos importantes para realizar uma boa gestão em agências como a sua agência neste guia incrível


 

 

5# - Se baseie em informações de períodos anteriores

Indepentemente do segmento, é preciso ter um controle de tudo que foi feito em períodos anteriores, e nas agências não é diferente. Esse tipo de controle irá influenciar tanto na organização, quanto no planejamento das ações que serão elaboradas.

Se preparar para eventos como a Black Friday se baseando em dados concretos proporciona um reflexo da demanda anterior e prepara a equipe para um grande volume de demanda.  

Além disso, um histórico de campanhas que geraram bons resultados é uma excelente maneira de pontuar o que será desenvolvido para o mesmo cliente neste ano, já que a partir dessas informações é possível compreender se houve um aumento significativo de vendas ou se os resultados não foram tão satisfatórios assim.

A partir disso, a agência tem os dados necessários para repetir a "fórmula" de sucesso ou para desempenhar estratégias diferentes a fim de alcançar os objetivos do cliente.

 

6# - Insira gargalos de tempo para produção de jobs urgentes

A agência se planejou, definiu quais clientes possuem fit para participarem da campanha, mas, apareceu um job com deadline urgente. Como proceder? Para evitar que o caos se instale é ideal prever lacunas de tempo no tráfego de jobs para esse tipo de situação. A solução para esses casos é ter em mãos ferramentas que amparem a equipe diante uma grande quantidade de projetos.

Um recurso muito utilizado é o Timesheetferramenta de gerenciamento automatizado que auxilia na  avaliação de quem é a pessoa ideal (e se ela está disponível) para elaborar determinada tarefa, saber quem está com alguma peça em atraso e verificar como está o andamento do trabalho em tempo real.

Por mais que a agência se planeje e conheça o seu fluxo, os imprevistos acontecem, o que é absolutamente normal. A questão é que é preciso ter esse controle para não deixar que as tarefas se percam e que a equipe fique sobrecarregada.

Mais do que isso, é fundamental que a agência consiga administrar o tempo corretamente para que todos os clientes recebam suas peças no tempo previsto.

Depois dessas dicas ficou fácil se preparar para o grande dia, certo? Não se esqueça de documentar todos os passos que foram dados para cercear sua equipe com informações valiosas nos próximos anos.

E se para você a produtividade é um fator que deve caminhar sempre juntinho de sua agência, confira nosso material com dicas de como aumentar a produtividade da sua agência. Clique no banner abaixo para baixar.

Nova call-to-action



Viviane Rodrigues

Escrito por Viviane Rodrigues

Graduada em Jornalismo e cursando Marketing, auxilia no marketing do iClips e acredita que o marketing digital tem grande importância na condução de qualquer negócio.


Posts Relacionados

Saiba como aumentar a produtividade da sua agência