PESSOAS E MERCADO PUBLICITÁRIO.jpg

7 Livros que todo Publicitário deve Ler

O universo publicitário é movido pela criatividade e novas ideias. Diante disso, é afirmada a importância de se manter atualizado com as novas tendências, resgatar conhecimentos antigos e relacioná-los às melhores práticas de publicidade, comunicação e marketing. Mas, para isso, é preciso de informações e inspirações. Por isso, reunimos uma lista com 7 livros para publicitários que querem ser profissionais incríveisClique aqui e veja a lista.

PESSOAS E MERCADO PUBLICITÁRIO Algumas atitudes podem fadar sua agência ao fracasso. Em parceria com o Edson, do blog "Joga o Job", publicamos uma lista com 5 motivos/atitudes que podem prejudicar o sucesso de sua empresa.

5 Motivos que Vão Fazer a sua Agência ser Eliminada do Mercado Publicitário

Algumas atitudes podem fadar sua agência ao fracasso. Em parceria com o Edson, do blog "Joga o Job", publicamos uma lista com 5 motivos/atitudes que podem prejudicar o sucesso de sua empresa.

[fa icon="calendar"] 06/02/2017

Atenção: os parágrafos aos quais vocês está prestes a ler, não são recomendados para profissionais sensíveis ou que enxergam a gestão de uma empresa de publicidade de maneira romântica e saudosista.

Vamos dar ênfase no que realmente importa quando o assunto é a sobrevivência como gestor de uma agência de comunicação: pessoas, processos e projetos. Abaixo, e nadando contra a maré motivacional empreendedora, listo alguns dos principais motivos que vão fazer a sua empresa ser eliminada do mercado publicitário.

 Erros das Agências de Publicidade.jpg

 

Erros das Agências de Publicidade que Podem Eliminá-las do Mercado Publicitário

 

1- Empreender pensando apenas no dinheiro

 OK, o título do primeiro tópico pode parecer um pouco contraditório à introdução sobre o “romantismo” no universo empresarial, afinal de contas, empresa que não cresce financeiramente, quebra. Simples assim.

Então, por que seria um erro empreender apenas por dinheiro? Agora entramos em um assunto nem tão simples. 

Trabalho e Mercado Publicitário

 Pergunto:

Quando você resolveu abrir a sua agência, e, aqui, eu arrisco dizer que, por experiência própria e a convivência com alguns profissionais e empreendedores, sem um plano de negócios bem elaborado ou algum planejamento de mercado feito, foi ignorado um dos primeiros itens que geralmente é ignorado: o propósito, os valores e a missão do seu negócio.

Quando você resolveu abrir a sua agência, e aqui, eu arrisco dizer, por experiência própria e convivência com alguns profissionais e empreendedores, sem um plano de negócios bem elaborado ou algum planejamento de mercado feito, se acaba ignorando alguns dos principais itens: o propósito, os valores e a missão do seu negócio.

Mercado Publicitário e Erros das Agências de Publicidade.jpg

É muito bonito quando você tem isso bem definido e sabe dizer a missão da sua empresa na ponta da língua quando, na verdade, a gente sabe que, mesmo com força de vontade e determinação, no fundo no fundo, é o mercado que conduz as estratégias de crescimento de uma agência e ditando a maioria, salvo raras exceções, das regras estabelecidas nos seus processos.

Não estou aqui para discutir modelos de negócios de agências de publicidade. Vamos tomar como rumo da leitura o tradicional modelo de agências que nós conhecemos. Aquele que nos ensinam na faculdade de publicidade.

Bom, eis que identificamos o erro de se pensar apenas no dinheiro: o mercado dita as regras e você obedece, caso contrário, pode perder um cliente e, consequentemente, perder faturamento.

 Tá, mas onde está o erro em não querer perder o faturamento?

ESTIMATIVA DE JOB-1.jpg

 

Ignorar a missão da sua empresa, jogar no lixo a sua visão sobre o seu negócio e, principalmente, esquecer dos valores em que não somente você acredita, mas deixar transparecer essa fraqueza para quem está com você, lutando pelo mesmo ideal: o crescimento da empresa e sucesso profissional estarão comprometidos. Afinal de contas, são 8h diárias do seu dia, dedicados a uma empresa. Esse tempo precisa valer a pena. 

 E, aproveitando que entramos no quesito “pessoas”, vamos para o segundo erro que será responsável por tirar a sua empresa do mercado.

 

Veja Também:

Gestão Não PadronizadaEstimativa e Precificação de JobsGestão de Comissões em Agências de PublicidadeModelo de Briefing Gratuito


2- Não observar as pessoas ao seu redor

 Dos erros listados, talvez este, na minha opinião, seja o mais grave de todos.

Caso você cometa o erro listado há alguns parágrafos acima, e pense só em dinheiro, ganha de brinde este segundo erro: ignorar e não valorizar de verdade quem faz as engrenagens da sua empresa funcionar.

Pessoas.jpg

 

Estou no front de batalha como gestor e sócio de uma agência de comunicação (a segunda, na verdade) há pouco mais de 5 anos, e até hoje tenho imenso orgulho de todos que já fizeram parte da minha trajetória como empreendedor em algum nível.

 Não está no script o quanto eu aprendi - e aprendo - com cada uma das pessoas que trabalham comigo. Por isso, caro leitor, não observar as pessoas ao seu redor pode ser a melhor forma de você e sua empresa serem eliminados do mercado.

 E ao contrário do que você possa pensar, isso, não necessariamente está sempre ligado diretamente com a remuneração. É claro que as pessoas estão ali para serem reconhecidas e almejam sempre por melhores salários. No entanto, transparência, neste caso, não deve ser item opcional.

Vivemos em um momento delicado no Brasil? Sim, ainda vivemos. A crise não passou como muitos pensam. E das poucas certezas que eu tenho sobre o mercado publicitário é que, quando o assunto é crise e comunicação, pode ter certeza que além do fator psicológico do empresário, ainda existe uma carga de insegurança muito forte atrelada, principalmente, em nosso segmento.

 

PESSOAS E MERCADO PUBLICITÁRIO.jpg

 

Resumindo:

A Comunicação e o Marketing, normalmente são os primeiros a serem considerados custos e cortados da lista de pagamentos de muitos empresários por não conseguirem mensurar de maneira clara o ROI das estratégias. Mas não é a ideia aqui, discutirmos sobre estratégia de Marketing, deixaremos para uma outra oportunidade.

É um belo assunto e que deve ser explorado por todos os empresários envolvidos com agência de comunicação. Na minha opinião e, se me permitem a ousadia, eu diria que a propaganda deixou de ser a alma do negócio e o Planejamento Estratégico - área a qual sou apaixonado - assumiu esse papel, tão carente atualmente.

Poderia, inclusive, listar o  6º motivo bônus para o fracasso da sua empresa: a falta de tempo dedicado ao Planejamento.

 Planejamento não é apenas para os grandes, pense nisso. O pequeno e médio empresário que investe em planejar o seu negócio sai na frente da concorrência.

Aproveitando que acabamos direcionando o assunto para o Planejamento Estratégico, uma excelente dica para quem realmente se preocupa com os colaboradores, é envolvê-los nos passos da empresa.

 Não seja um gestor que acha que sabe tudo: converse, peça opinião, envolva toda a equipe no crescimento da empresa do seu negócio.

 Muitas vezes uma boa ideia pode vir de quem você menos espera. E se você é o cara que se posiciona como dono da verdade, dificilmente sua equipe se sentirá à vontade para compartilhar boas ideias com você.

 E aqui o resumo da obra é claro: só você tem a perder. 

 

3- Ter medo de dizer não

O crescimento de uma agência de comunicação, não tem a ver apenas com fechar novos negócios, sempre. É de vital importância que você saiba o momento de dizer não para o cliente. Existem clientes, amigos, que não foram feitos para serem atendidos por agências.

A má gestão de um projeto, leia- se fluxo de horas dedicadas a uma determinada operação, pode gerar, não só um desgaste excessivo de bons profissionais, como projetar um crescimento ilusório.

Neste caso, o risco é você pensar que está obtendo lucro, quando, na verdade, está trocando as horas pelo trabalho sem uma margem de lucro significativa para o crescimento da sua agência.

medo de dizer não.png

É aí que o gestor da empresa cai em loop, por não dispensar o cliente, acaba trabalhando de graça, gerando estresse na equipe e, consequentemente, uma entrega mediana de resultados, pois uma relação entre cliente e agência precisa ser de parceria e não de execução, apenas.

Por isso, se você perceber que está na hora de dizer não, e este não, for em benefício de um bom andamento e gestão da sua empresa e bem-estar das pessoas envolvidas, faça.

Ninguém gosta de perder cliente, no entanto, pior ainda, é perder boas pessoas e profissionais por estarem desmotivados.

 

4- Parar de estudar os movimentos do mercado

Quarto e penúltimo item que fará a sua agência de comunicação, quebrar: não estudar os movimentos do mercado. Talvez este seja o tópico que de fato vai separar os gestores estratégicos dos gestores mais “românticos”.

Não ter visão estratégica sobre diferentes tipos de mercado e sair por aí prospectando como se o mundo fosse acabar amanhã, pode ser um caminho curto e estressante para que a sua gestão seja uma bela bola de neve.

HORÁRIO DE TRABALHO-1.jpg

Vocês sabem o que acontece com uma bola de neve no final da sua trajetória, certo? Reflitam.

O mercado é feito de diferentes tipos de segmentos, uns mais aquecidos, outros, menos. Quando você estuda os movimentos do mercado, você está um passo à frente do gestor que está apenas preocupado com a concorrência.

Estratégia de prospecção e novos negócios são universos que não dariam para resumir neste conteúdo. No entanto, a reflexão que deixo aqui é: nunca pare de estudar os movimentos do mercado, isso pode otimizar o seu tempo de prospecção e, principalmente, fazer com que seu time de vendas - ou gestor de novos negócios - dêem tiros mais certeiros nas prospecções.

Outro fator interessante é que quem estuda os movimentos de mercado, consegue identificar alguns setores que são carentes de comunicação, podendo assim, descobrir novos segmentos para atender e, consequentemente, ser uma agência especializada em um tipo de segmento que a maioria ignora.

 O mercado de nicho é uma fila e tanto quando o assunto é comunicação e marketing.

 

5- Não entender o fluxo de demandas da sua empresa

Mesmo que pareça simples estabelecer processos dentro de uma agência de comunicação, não é. Não mesmo. A gama de diferentes tipos de operações realizadas no dia a dia é muita. E, muitas vezes os gestores até sabem da existência delas, mas não as compreendem como deveria.

E, agora, eu vou pedir para você, leitor, ignorar um pouco o modelo tradicional de setorização de uma agência, pois hoje em dia o fluxo de demandas é bem diferente da época em que o saudoso BV pagava as contas da sua empresa.

FLUXO DE TRABALHO DE UMA AGÊNCIA DE PROPAGANDA-1.jpg

Assim como o BV está morrendo, pode ter certeza que a maneira de gerir o fluxo de demandas da sua agência também. Existem várias saídas e umas delas é mais simples do que parece: seja amigo da tecnologia e das ferramentas como o iClips.

Automação inteligente pode te ajudar, e muito, a compreender e tornar sua rotina mais interessante com estratégica e produtiva, para que, no final das contas, possa crescer financeiramente.

 

Resumindo:

Ou você adota um setup de ferramentas para te ajudar com esse trabalho, ou ainda vai continuar às cegas, sem medir performance e a produtividade de maneira inteligente.

Uma boa gestão de processos internos é extremamente importante para o sucesso e o crescimento saudável da sua empresa. Se você ficar no achismo, cedo ou tarde, e já dito por aqui: você vai quebrar.

 Ou, na melhor das hipóteses, ficar estagnado. E nesse caso, lembrem-se das pessoas ao seu redor, elas precisam crescer e serem melhor remuneradas. Algo que uma empresa estagnada não será capaz de cumprir e, inevitavelmente, você perderá boas pessoas e bons profissionais.

 Não entender o fluxo de demandas da sua empresa, ou tocá-los de qualquer maneira é um dos pontos críticos e que podem sim, fazer com a sua agência seja eliminada do mercado.

 A pior gestão de projetos e processos é aquela que você ACHA que funciona.

 Para finalizar a minha linha de raciocínio, gostaria de dizer que não existe lugar para achismos quando o assunto é gestão de processos dentro de uma agência de propaganda. Na verdade, não existe achismo dentro de nenhuma das categorias de gestão de processos empresariais.

Estes são os 5 principais pontos que eu aconselho todo gestor de agência de comunicação a ficar atento. É um mercado fascinante, no entanto, cada vez mais inteligente. Se você ousar continuar tocando sua gestão na base do achismo, já sabe, né? Cedo ou tarde, vai quebrar.

 

Veja Também:

Gestão Não PadronizadaEstimativa e Precificação de JobsGestão de Comissões em Agências de PublicidadeModelo de Briefing Gratuito

 
 
Exibindo Ed.jpgEdson Caldas Jr 
Planejamento e Estratégia Digital
Criador e editor do Joga o Job, publicitário e atuando no mercado digital há pouco mais de 7 anos. Atualmente, Sócio e Planejamento na Buena Vista Marketing, consultor de estratégias no ambiente digital e apaixonado por motos.

 


Autor Convidado

Escrito por Autor Convidado

Mais detalhes sobre o autor desse artigo no corpo do conteúdo. Caso você tenha um material que se encaixe no blog do iClips e gostaria de publicar aqui, envie-o para análise: maria.eduarda@iclips.com.br


Posts Relacionados

Ebook Modelo Briefing