14
set

Como ser um bom atendimento publicitário?

Como ser um bom atendimento e lidar melhor com todos os tipos de clientes? Neste post, elaboramos algumas dicas para você!

Dicas valiosas para ser um bom atendimento publicitário

Atendimento publicitário: Como se tornar um profissional ainda melhor?

O profissional de atendimento publicitário é responsável por todo o relacionamento com o cliente durante o seu ciclo de vida na agência. Isso significa que a sua atuação começa ainda na prospecção, passando pela negociação e relação com todas as contas.

E se as empresas anunciantes estão cada vez mais exigentes e buscando por resultados tangíveis e mensuráveis, é papel desse profissional garantir que as estratégias caminhem lado a lado com os objetivos e metas propostas. 

Mas para alcançá-las, é necessário um profundo entendimento do negócio do cliente e um conhecimento prévio de todos os setores da agência. Isso garante não só um bom planejamento das estratégias estabelecidas, mas também permite que o profissional entenda até onde vai o nível de autoridade da agência em determinadas ações. 

Muitos dizem que uma boa capacidade de comunicação e a autoconfiança são características essenciais para esse profissional. Mas não para por aí! Quer descobrir outras? Então confira o post a seguir!  

Confira também: 


Afinal, como ser um bom profissional de atendimento publicitário?

Pensa que só o setor criativo precisa ter a criatividade à flor da pele? Saiba que essa característica é crucial para manter uma relação duradoura e próspera com os clientes. Confira outras dicas que separamos para você!  

Entender o negócio do cliente

Criar um bom briefing, antecipar tendências do negócio e criar soluções inovadoras são práticas rotineiras para um atendimento. Mas, para que um briefing seja elaborado de forma completa e as metas sejam cumpridas, é fundamental que você entenda do negócio do cliente

Isso facilita o gerenciamento e a administração de todas as partes envolvidas na elaboração das estratégias, além de garantir a confiança e segurança entre ambas as partes.

Vamos combinar, é impossível elaborar estratégias sensacionais e únicas sem saber quais são os propósitos do cliente, não é? Portanto, use a proatividade e pesquise ao máximo sobre os seus clientes.

Um outro detalhe importante, é que você explore também sobre o mercado no qual o cliente está inserido, tal prática ajuda a entender melhor o perfil do público-alvo e das personas para produzir conteúdos que realmente convertam.


Ebook: 6 problemas de uma gestão não padronizada


Conhecer profundamente a agência

Tão importante quanto entender do negócio do cliente é conhecer as particularidades da própria agência. Você deve estar pensando: Mas é claro que conheço a agência que trabalho! Mas acredite, a questão é um pouco mais profunda.

É fundamental saber o funcionamento de cada departamento para conduzir as reuniões da melhor forma possível e criar estratégias compatíveis com a capacidade produtiva do time. 

É aí que entramos na principal questão: a relação entre atendimento e criação. Há casos em que o surgimento de mal entendidos entre os dois setores acontecem justamente por não haver um diálogo entre ambos. Nesse sentido, procure entender como os processos se desenrolam e tente levá-lo em consideração na hora de obter informações dos clientes. 

E já que estamos falando de uma relação transparente entre a equipe, é importante que essa interação aconteça com todas as áreas, sempre com o objetivo de conquistar a confiança e a otimização do trabalho.

Ser criativo

Engana-se quem pensa que a criatividade é uma característica exclusiva da equipe de criação. Você, como atendimento, sabe que lidar com todo tipo de cliente requer muito jogo de cintura e imaginação para passar por situações delicadas e, sobretudo, para pensar em soluções inovadoras e que saiam do lugar comum. Seja para elaborar bons briefings, conduzir reuniões ou apresentar projetos, a criatividade pode e deve fazer parte da sua rotina de trabalho.

Ter foco em resultados

De nada adianta compreender profundamente os objetivos dos clientes e ser criativo para lidar com situações adversas se o foco nos resultados não está por trás de cada ação executada.

É importante que você tenha em mente que o cliente não quer saber qual foi o caminho escolhido para chegar às metas propostas, na maioria das vezes ele quer vê-los acontecendo na prática.

E se ao final da veiculação de uma campanha ou da divulgação de um conteúdo ele perceber que os resultados não apareceram, nenhuma explicação será capaz de fazê-lo repensar o contrato com a agência. 

Nesse contexto, procure compreender os padrões de todos os segmentos e observe como o processo de comunicação e marketing age em cada um deles. Leve também em consideração os canais e os modelos de precificação utilizados. 

Essa tomada de consciência é favorável tanto para o cliente, que tem mais previsibilidade das ações, quanto para a agência, que consegue aumentar sua verba e conquistá-los através de um ROI positivo.

Em linhas gerais, se voltar para as métricas e resultados gerados favorece a aquisição de bons resultados de mercado para suas contas e para a agência. No final, os dois lados ganham!

Ter um bom canal de comunicação com os clientes

Por fim, ter um canal de comunicação entre cliente e agência é fundamental para otimizar o processo de aprovações, alterações e solicitações de jobs. Tais recursos agilizam o trabalho do atendimento, pois permitem que os clientes tenham mais autonomia, podendo incluir ou excluir as peças que desejarem.

Algumas ferramentas disponíveis no mercado já possuem a funcionalidade de direcionar solicitações de alterações dos clientes para o tráfego e atendimento. Dessa forma, você pode realocar as alterações para o funcionário responsável, e até analisar se elas são, de fato, necessárias. 

Conheça mais sobre esse recurso

Identificar falhas

Por se tratar de um profissional que está à frente da comunicação com o cliente, o atendimento está sujeito a lidar com reações nem sempre positivas. Claro que encarar as insatisfações dos clientes é um tanto quanto desgastante, mas é preciso ser firme e lançar mão de todas as qualidades que só um atendimento possui. (Nesse caso, um pouco de paciência não faz mal). 

Entretanto, a ideia é que tais situações não ocorram, pelo menos não com frequência. Para isso, é fundamental que você identifique possíveis falhas e quebras nas expectativas dos clientes, permitindo que elas sejam gerenciadas rapidamente. 

Gostou das dicas? Que tal entender como conquistar mais clientes para sua agência e garantir maior entrada de receita no caixa da empresa