mini curso gestão de agências

Como ser um bom gestor? 7 dicas infalíveis.

Nesses 15 anos de estrada tivemos contato com diversos gestores de agências criativas. Conhecendo suas dificuldades de perto, resolvemos listar alguns pontos importantes se você deseja ser um bom gestor para sua agência!

[fa icon="calendar"] 25/07/2017

Ser um bom gestor é uma missão que carrega uma série de competências essenciais para a condução de qualquer negócio. Saber delegar tarefas, ser um líder exemplar e ter pensamento estratégico são alguns exemplos de ações imprescindíveis para qualquer administrador que deseja obter sucesso na sua jornada como gestor.

Uma liderança deve ser baseada em uma relação de cumplicidade entre você e sua equipe

Como ser um bom gestor para sua equipe?

Mas não é só isso, se você é um gestor que objetiva crescimento acelerado, saiba que há muito trabalho pela frente.  A boa notícia é que se você conta com uma equipe motivada, o caminho para o sucesso será menos árduo.

Não é necessário possuir um dom especial para ser o gestor que sua agência precisa, mas sim desenvolver as habilidades necessárias para impulsionar sua equipe a desenvolver suas tarefas da melhor forma possível.

Afinal, como ser um bom gestor? Nós separamos sete dicas valiosas para te inspirar a encarar esse desafio com excelência! 

 

1. Seja um bom líder

Não encontre a falha, encontre um remédio”, como bem citou Henry Ford, mais do que enxergar o que precisa ser melhorado, é essencial encontrar soluções para problemas comuns na rotina de uma empresa. E nada mais justo do que procurar por essas respostas em conjunto: impulsionando sua equipe a expor suas ideias e, sobretudo, estimulando-a a se sentir útil e confiante.

Um líder deve ser capaz de manter um diálogo claro com seus funcionários, saber ouvir opiniões que nem sempre serão similares às suas e estimular a participação de seus funcionários.

Sabemos que a rotina de uma agência pode ser um tanto quanto atarefada, o que acaba afetando a comunicação do gestor com toda a equipe. Nesse caso, optar por enviar um e-mail rápido aos funcionários pode sim, ser a alternativa mais eficaz naquele momento.

Inbound.jpg

Líder não é sinônimo de chefe

Entretanto, o ideal é que a falta de tempo não seja motivo de um distanciamento entre você e a sua equipe, e que, sempre que possível a simples troca de e-mail seja substituída por reuniões face a face.

Diante disso, você terá mais facilidade para fazer com que as pessoas trabalhem junto com você e, sobretudo, acreditem no seu projeto da mesma forma que você. E se você objetiva ser aquele líder que a sua equipe precisa, não tenha medo de mudanças e inovações. Bons líderes inovam, criam novos caminhos.

 

2. Não confunda autoridade com liderança

Não se engane, ser um bom gestor nada tem a ver com poder, mas sim com a forma pela qual você acompanha e controla cada ação desenvolvida por sua equipe, nesse caso, sua presença não deve ser sinônimo de inquietação entre os colaboradores, mas sim de força e segurança.

E se você possui pulso firme para delegar tarefas e acompanhá-las de perto, não tenha medo de compartilhar o que você sabe com sua equipe.  Ademais, permita-se aprender com seus colaboradores a cada dia, afinal, um líder nunca se dá por satisfeito quando o assunto é conhecimento.

 

3. Integre sua equipe em decisões importantes

Ao longo do tópico anterior, reafirmamos a importância de se construir uma diálogo saudável com sua equipe, certo? Todavia, de nada adianta manter uma boa relação com seus colaboradores se suas opiniões não forem levadas em consideração. Como ser um bom gestor se você não está pronto para ouvir? Impossível.

Se você vive diariamente a rotina de uma agência, sabe que, sem a integração de toda a equipe é impossível desenvolver qualquer tarefa de forma eficaz. Tal alinhamento está presente desde o Atendimento até o setor de Mídia. Nesse caso, a transparência nas operações é a chave para se obter bons resultados.

 O segredo para ser um bom gestor está na integração de toda a equipe

Mas, quando esse alinhamento se faz necessário entre a gestão e a sua equipe? Sempre que possível!

Ao integrar a sua equipe em decisões importantes, você estará estimulando seu potencial criativo, além de impulsionar o crescimento pessoal e profissional de seus colaboradores, uma vez que estes estarão motivados a procurar, dentro e fora da empresa, o conhecimento necessário para solucionar questões internas.

 

Mas, como impulsionar a participação da minha equipe?

  • Sobre mudanças: Antes de tudo, tenha em mente que, qualquer mudança deve ocorrer primeiro em você. Nesse caso, o ideal é que você esteja aberto para ouvir sugestões e opiniões (muitas das quais serão diversas às suas). Estimule sua equipe a participar!
  • Sobre hierarquia: Outra questão que pode (e deve!) ser avaliada, está relacionada com a hierarquia. Se o modelo de gestão é baseado em um excesso de hierarquias, talvez seja o momento de repensar a estrutura hierárquica da sua agência. Afinal, a quem os colaboradores devem recorrer? Se o foco é gerar participação, tal modelo pode não ser a melhor forma de gerar engajamento da por parte da equipe.

 

4. Invista em ferramentas que otimizem o fluxo de trabalho

Se a integração entre a equipe é essencial para a troca de informações sobre determinada tarefa, é essencial ter um fluxo de trabalho otimizado. Isso porque, ao gerenciar processos internos em sua agência, sua gestão se torna mais eficaz, evitando que prazos sejam excedidos e informações importantes sejam perdidas.

 

Você investe em ferramentas que otimizem o fluxo de trabalho?

Um fluxo de trabalho otimizado é a chave para uma gestão eficaz

Quando todos os setores estão alinhados, além de promover hábitos mais produtivos por parte de sua equipe, fica fácil controlar de forma eficiente todas as atividades desempenhadas no dia a dia, uma vez que é possível ter uma real noção de todo o desenrolar de uma tarefa. Isso só é possível quando você adota uma ferramenta capaz de gerenciar, de forma otimizada, todos os processos de sua agência. 

 

Mas, como esse gerenciamento funciona na prática?

O seu atendimento costuma ficar perdido em relação às notificações da finalização de um job? Se a resposta for positiva, é preciso que você repense a forma com a qual você gerencia o seu negócio.

Quer uma situação prática? Imagine só a seguinte situação: Os seus criativos finalizam um job, e cada um deles notificam o atendimento de formas distintas: um por e-mail, outro por whatsapp... E o terceiro? Por telefone! O atendimento nunca sabe em qual meio de comunicação deve ficar atento para receber a informação. Isso tudo é uma verdadeira bagunça!

Desta forma, você padroniza todo o fluxo de trabalho, o que influencia diretamente na produtividade da sua equipe e evita que prazos sejam perdidos.

 Nova call-to-action

 

5. Acredite no seu negócio

Ter paixão pelo seu negócio é imprescindível para vencer as barreiras diárias e, principalmente, para motivar sua equipe a ser cada vez melhor no que faz. Se você se enxerga a frente da sua agência daqui a 10, 20 anos é sinal que está no caminho certo e acredita naquilo que se propôs a fazer.

Em contrapartida, se você não acredita no seu empreendimento, dificilmente conseguirá lidar com adversidades comuns à rotina de um gestor, o que afetará diretamente a produtividade da sua equipe. 

Afinal de contas, a liderança está baseada em demonstrar confiança aos seus colaboradores, e isso se concretiza naturalmente quando há paixão pelo que se faz. Mais uma vez, a motivação é a palavra de ordem para que, dia após dia você levante da cama com um objetivo em mente. 

Por fim, questione-se sobre os motivos pelos quais você está na empresa. A resposta pode estar em diversas frentes, seja na construção de uma carreira consolidada ou por motivos financeiros, no mais, se empenhe por algo que você acredite.

 

6. Invista em sua capacitação

Tão importante quanto capacitar profissionalmente sua equipe é investir no seu próprio aprendizado. Imagine um gestor que não delega tarefas de forma eficiente porque não entende sua própria estrutura organizacional?

Acima de tudo, invista na sua capacitação!Se você não busca o aprimoramento profissional, não tem base para delegar de forma eficiente

Nesse sentido, compreender de forma pertinente o funcionamento de cada setor é essencial para que uma gestão não se baseie em achismos, mas sim em informações concretas que trarão resultados efetivos para a empresa.

Lembra que, no primeiro tópico sobre liderança elencamos que o desenvolvimento de habilidades é, na verdade tão, ou mais importante do que o "jeito" que se leva para administrar um negócio? Então, uma das formas de tornar tais habilidades presentes na sua rotina como gestor é investir no seu aprendizado.

Existem opções específicas que atendem diretamente cada demanda, tais como dinâmicas, palestras, debates e casos que objetivam a resolução para problemas reais da empresa.

Ainda não está convencido de que investir em capacitação é a chave para se tornar um bom gestor? Então veja outros bons motivos abaixo:

  • É uma maneira eficaz de aprimorar competências em diversos âmbitos;
  • É uma forma de conhecer líderes de outras empresas focados em desenvolver soluções eficazes;
  • Aprenda e compartilhe informações valiosas com a sua equipe.

 

7. Tenha organização e disciplina

Até agora falamos da importância de ser um líder que motiva e inspira sua equipe a trabalhar cada vez melhor. Mas há duas características que influenciam diretamente para que o gestor seja um bom exemplo para seus colaboradores: a organização e a disciplina.

Claro que estas não são qualidades exclusivas de gestores, qualquer profissional que deseja melhorar sua produtividade não só pode como deve separar um tempo para organizar suas tarefas diárias, sua caixa de e-mail, enfim, toda a rotina. Do contrário, é fácil se perder em meio a tantas atividades que costumam se acumular durante o dia.

Deadline.jpg

Organização é característica imprescindível em um administrador de agência

O resultado é um gestor ansioso e inseguro diante de uma grande carga de trabalho. E acredite, as consequências disso não são nada favoráveis, uma vez que o administrador tende a tomar decisões equivocadas, baseadas na ansiedade e emoção.

Por isso, um controle de rotina com todas as tarefas organizadas por maior e menor prioridade deve ser inserido em seu ritual de rotina diária.

 

E agora? Coloque essas ações em prática já!

Agora ficou mais fácil, certo? Com objetivos bem delineados e disciplina para colocá-los em prática, você já tem bagagem suficiente para ser o gestor que inspira, motiva e delega tarefas de forma organizada e eficaz.

Não se esqueça de integrar sua equipe em decisões importantes e investir em ferramentas que aperfeiçoem o fluxo de trabalho. Por fim, acredite no seu projeto, invista em capacitação e não perca o foco: disciplina e organização é a base para que todas essas ações funcionem de verdade.

E para começar, que tal fazer o nosso mini curso sobre gestão de agências? É totalmente gratuito e online, clique no banner abaixo e aproveite:

Clique aqui e acesse o curso de gestão de agências



Viviane Rodrigues

Escrito por Viviane Rodrigues

Graduada em Jornalismo e cursando Marketing, auxilia no marketing do iClips e acredita que o marketing digital tem grande importância na condução de qualquer negócio.


Posts Relacionados

Ebook Modelo Briefing