<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=424994&amp;fmt=gif">
iZoom 2018

Contratação de funcionários: Saiba quando contratar nova mão de obra

Como identificar o momento certo de contratar? Leia nosso artigo e veja as dicas que preparamos para tornar sua agência ainda mais produtiva e eficiente!

[fa icon="calendar"] 27/07/2018

Quando contratar novos funcionários?

Será que sua agência realmente precisa de novos funcionários?

Uma dúvida muito comum entre os gestores é em relação à contratação de funcionários. Afinal, será que é preciso uma maior quantidade de colaboradores para dar conta da demanda? Melhor contratar um funcionário fixo ou freela? De quais tipos de profissionais preciso em meu quadro?

Tornar as agências otimizadas, produtivas e integradas é um desafio diário — e, em algumas situações, ter um time mais completo pode fazer a diferença. Será que esse é o seu caso? Se você compartilha de todas essas dúvidas, continue a leitura!

    Confira também

 

Por que o controle gerencial é importante?

Gerenciar corretamente sua agência ajudará você a definir a real necessidade de contratação de funcionários. Sem saber, por exemplo, o tempo gasto em cada tarefa, o índice de refação ou até o lucro sobre os jobs, fica muito difícil identificar se esse é o momento certo para contar com mais colaboradores.

Afinal, os problemas que seu negócio está enfrentando podem não ser resolvidos com uma nova contratação. Em casos de acúmulo de atividades ou perda do prazo de entrega, a causa pode ser uma dificuldade em delegar tarefas ou definir prioridades (e até a falta de automação).

Se você tem um controle preciso de todas as demandas dos clientes e sabe em qual atividade seus funcionários estão trabalhando, como é a relação financeira de cada job, qual o tempo gasto e assim por diante, ficará mais fácil identificar “gargalos” que só possam ser suprimidos com a presença de mais funcionários.

Ebook: 6 problemas de uma gestão não padronizada 

Timesheet

Uma ferramenta muito importante — e capaz de ajudar no controle sobre os processos internos da agência — é o timesheet. Ela calcula o tempo que um criativo gasta para realizar determinada tarefa.

Assim, é possível ter mais controle sobre o nível de produtividade da equipe e até melhorar a precificação dos serviços. Isso porque será analisado o valor da hora trabalhada de cada membro do time.

Todos esses dados são cruciais quando falamos em contratação. Afinal, além da necessidade prática do dia a dia (que você precisa confirmar se não se trata apenas de um déficit de gestão), é fundamental analisar a existência de caixa para a nova contratação.

Na hora de otimizar o financeiro, uma opção viável é a contratação de um funcionário remoto, no estilo freelancer. Porém, é claro, você deve analisar se esse tipo de admissão está de acordo com o que a agência precisa, já que o terceirizado não atenderá apenas à sua empresa e, muitas vezes, trabalhará remotamente. 

Quando é preciso investir na contratação de funcionários?

Como você pôde ver, existem muitos pontos que precisam ser considerados antes de se contratar funcionários. O primeiro é fazer a “lição de casa” e ter a certeza de que a gestão está em dia, garantindo que os problemas enfrentados não possam ser resolvidos com a equipe que você já tem.

Mas existem sinais que demonstram que, talvez, a mão de obra seja insuficiente (e uma nova contratação, indispensável). Confira alguns deles abaixo.

 

A agência está recusando clientes

Ter a agenda e o portfólio cheios de clientes é o sonho de todo dono de agência. Mas pode chegar um momento no qual você note ser impossível atender a novas contas, afinal não há como sua equipe interna trabalhar além do limite.

Mesmo modificando a gestão, controlando o tempo das atividades e treinando seus colaboradores atuais, você notou que o time está sobrecarregado? Esse é um sinal claro de que é preciso contar com um número maior de funcionários.

 

Seus funcionários fazem muitas horas extras

Outro aviso é dado quando suas equipes estão extremamente sobrecarregadas, fazendo muitas horas extras para dar conta do serviço. É claro que esse pode ser um problema gerado pela má delegação de tarefas, mas, se não for o caso, é provável que você precise de mais colaboradores.

Afinal, você provavelmente está pagando em horas extras o que poderia investir na contratação de um novo funcionário — o que ainda trará mais qualidade de vida aos membros que já fazem parte do time.

 

Há problemas em entregar o prometido

Quando as entregas não são feitas como o esperado, é preciso rever todos os pontos e setores internos. Equipes sobrecarregadas podem perder prazos, executar serviços com qualidade abaixo do usual e apresentar até outros problemas pessoais, como faltas frequentes e afastamentos por motivos de saúde.

Tudo isso indica o esgotamento de seus colaboradores (que estão com uma demanda maior do que aquela que conseguem produzir). Se tal quadro se mantiver por muito tempo, você pode comprometer a imagem de sua marca e, claro, perder clientes e dinheiro.

 

Como conduzir a contratação de funcionários?

Depois de ler os tópicos anteriores, você percebeu que está na hora de ampliar o número de membros de suas equipes? Pois saiba que, para que a contratação realmente traga os benefícios esperados, é preciso ter planejamento. Veja, a seguir, algumas dicas essenciais.

 

Avalie sua real necessidade

Novamente, manter um bom controle gerencial é fundamental — afinal, você precisará identificar quais setores estão mais sobrecarregados e, assim, definir o tipo de profissional de que necessita. Se há um gargalo nessa questão, você pode fazer uma contratação errada e ter mais prejuízo do que benefício.

Caso os sócios se encarreguem tanto da parte de vendas e negociação com os clientes quanto da execução dos serviços, por exemplo, pode ser necessário contratar um designer. Isso ainda ajudará a deixar vocês com mais tempo livre para focar no que interessa: o gerenciamento da agência.

 

Saiba como anda o financeiro

Arcar com um novo funcionário impacta, obviamente, em sua folha de pagamento. Portanto, entenda como está a realidade financeira do negócio e tenha a certeza de que pode garantir um salário atrativo a quem está entrando, trazendo um profissional qualificado para o time.

Se o momento não estiver favorável, existem outras opções, como a contratação de freelancers ou estagiários. Porém, é preciso cautela.

Não adianta solicitar a esses profissionais mais do que eles podem oferecer. Se você precisa de um colaborador estratégico, para cuidar de pontos cruciais de sua agência, é fundamental buscar por alguém que tenha essa experiência (e pagar por isso).

 

Defina o perfil do candidato desejado

Além do setor em que ele atuará e dos conhecimentos necessários, você deve pensar em como esse novo profissional pode se adequar à cultura do negócio.

Se a agência é moderna e tem a entrega ágil de serviços em seu DNA, é preciso contar com alguém que compactue com esses sentimentos e trabalhe de acordo com a imagem transmitida pelo negócio.

Na hora de divulgar a vaga, seja claro ao incluir os pré-requisitos necessários, os conhecimentos, a experiência desejada e a descrição das atividades a serem executadas. Não deixe dúvidas sobre qual é a cultura da empresa.

Como vimos, a contratação de funcionários pode ser uma ótima forma de tornar sua agência ainda mais produtiva e lucrativa. Mas, antes de tomar qualquer decisão, é fundamental analisar como está sua gestão e garantir que esse novo profissional seja realmente necessário.

Quer saber como aplicar esses conhecimentos na sua agência? O modelo de gestão do iClips pode te ajudar! Ele oferece benefícios a todos os departamentos da agência, tudo de forma integrada. Clique no botão a seguir e solicite uma senha de testes gratuita durante sete dias.

Experimente o iClips durante 7 dias



Viviane Rodrigues

Escrito por Viviane Rodrigues

Graduada em Jornalismo e cursando Marketing, auxilia no marketing do iClips e acredita que o marketing digital tem grande importância na condução de qualquer negócio.


Posts Relacionados

Saiba como aumentar a produtividade da sua agência