mini curso gestão de agências

Gestão de contratos: O risco de ter poucos, mas grandes clientes!

Quando você conhece bem o seu negócio, fica fácil avaliar qual o nível de dependência que determinado cliente exerce sobre o faturamento da agência e assim, tomar as devidas precauções.

[fa icon="calendar"] 25/01/2016

Gestão de contratos: O risco de ter poucos, mas grandes clientes

O ‘bla bla bla’ sobre a crise já está, há algum tempo, entranhado em todos os seguimentos do mercado, inclusive no publicitário! E se tem uma coisa que está deixando as agências, no mínimo apreensivas é a perda de clientes.

É aí que entram as particularidades de uma boa gestão. Quando você conhece bem o seu negócio, fica fácil avaliar qual o nível de dependência que determinado cliente exerce sobre o faturamento da agência e assim, tomar as devidas precauções.

O ideal é sempre fugir disso, pois concentrar as receitas da agência em um único cliente é, sem dúvidas, uma gestão de risco. Mas, se este já é o cenário atual da sua empresa, é hora de reavaliar métricas, redefinir prioridades e sair da corda bamba. Afinal, se por algum motivo (tendo ou não relação com a crise), este cliente ‘te der Tchau’, sua agência não poderá ir embora junto com ele!

 

Gestão de Contratos: Como reter grandes clientes?

Abrir a carteira de clientes, pode ser a solução, mas estamos em crise não é? Então, será que vai ser fácil vender, vender e vender?

Bom, a melhor forma de segurar as rédeas do negócio é conhecer cada cliente e o que ele representa para a empresa. Seja no total de receitas, no volume de horas trabalhadas ou até mesmo nos valores de comissão que eles trazem.

E para isso, a dica é a elaboração de um Ranking de Clientes completo e detalhado, que permita avaliar o posicionamento dos seus melhores clientes, e que também aponte os piores. Já que estamos falando de crise, não vale a pena manter uma conta que está gerando pouca (ou nenhuma) lucratividade, não é mesmo?

 

 

Bom, como você vê, nenhuma decisão pode ser tomada se você não conhecer a fundo o seu negócio! Avaliar se o Job está se pagando, se um prejuízo aqui foi compensado lá, se a baixa nas comissões é constante, entre outras, são análises que você PRECISA fazer. É isso que vai embasar suas decisões gerenciais e conduzir sua empresa no rumo certo.

 

 

Lembrando que esse nível de informação, você dificilmente conseguirá se sua gestão ainda estiver detalhada em planilhas. Por isso, trazer para sua Agência o Business Intelligence (sistematizando processos) é o que vai diferenciá-la das demais.

Nova chamada à ação

Guia com dicas de Gestão Financeira para Publicitários

Entenda os principais conceitos que todo publicitário precisa saber para manter sua agência saudável.


Dicas de Gestão Financeira Para Publicitários


Maria Alice Barreto

Escrito por Maria Alice Barreto

Formada em Comunicação Social, desenvolve atividades relacionadas ao marketing digital e à produção de conteúdo das nossas diversas plataformas.


Posts Relacionados

Ebook Modelo Briefing