mini curso gestão de agências

7 Livros que todo Publicitário Deve Ler!

A criatividade está diretamente relacionada à inspiração. E nada melhor do que livros para incentivar a inspiração. Pensando nisso, a equipe iClips reuniu sete livros nesse post que todo publicitário deveria ler. Confira e se inspire!

[fa icon="calendar"] 02/12/2016

7 Livros que todo Publicitário Deve Ler

O universo publicitário é movido pela criatividade, novas ideias e conhecimentos revolucionários. Diante disso, é afirmada a importância de se manter atualizado com as novas tendências, resgatar conhecimentos antigos e relacioná-los às melhores práticas de publicidade, comunicação e marketing. Mas, para isso, é preciso de informações e inspirações. Por isso, a equipe iClips se reuniu para fazer uma lista com 7 livros para publicitários que querem ser profissionais incríveis

 

7 Livros para Publicitários (Todos Deveriam Ler!)

Confira a lista de sete livros que todo publicitário deve ler:

 Nova chamada à ação

A Lógica do Consumo

 O livro "A Lógica do Consumo" de Martin Lindstrom é uma obra muito indicada nas salas de aulas de Comunicação Social. Publicado pela editora Nova Fronteira, o volume relata aos leitores interpretações de pesquisas que estudam as reações dos cérebros humanos aos estímulos publicitários e como se desenrola a venda de determinados produtos. Confira a sinopse da obra a seguir:

Guia de Gestão de Agências por Felipe Morais

O autor Felipe Morais pontua alguns tópicos importantes para realizar uma boa gestão em agências como a sua agência neste guia incrível


Dicas de Gestão de Agências

 

Sinopse de "A Lógica do Consumo"

Estudos revelam que é preciso menos de dois segundos e meio para que um consumidor tome a decisão de comprar. As empresas sabem que têm menos de dois segundos para atrair seus olhos, capturá-lo e torná-lo um cliente. Em A Lógica do Consumo, o guru do marketing Martin Lindstrom leva o leitor aos bastidores das pesquisas que explicam por que determinado produto vende e mostra como o nosso cérebro responde aos muitos estímulos da propaganda. Num texto leve, Lindstrom apresenta casos reais de estudos de neuromarketing para desfazer  

 

A Cauda Longa

Na rotina de marketing digital, o termo "cauda longa" já é citado com frequência. No entanto, o conceito se estende a todas as plataformas que podem ser aproveitadas para a publicidade e promoção de produtos, serviços e ideias. 

Com a tendência de mercados cada vez mais nichados, os conceitos de Chris Anderson serão progressivamente aplicados. Por isso, a importância da leitura desta obra. A seguir, confira a sinopse:

 

Sinopse de "A Cauda Longa"

O que acontecerá quando tudo no mundo se tornar disponível para todos? Quando o valor conjunto de todos os milhões de itens que talvez vendam apenas uns poucos exemplares for igual ou maior do que o dos poucos itens que vendem milhões cada um? Quando um grupo de crianças sem intenção de lucro for capaz de gravar uma canção ou produzir um vídeo, distribuindo-os pelos mesmos meios eletrônicos explorados pelas mais poderosas empresas de grande porte? Chris Anderson, editor-chefe da revista Wired, explorou pela primeira vez o fenômeno da Cauda Longa em um artigo que se tornou um dos mais influentes ensaios sobre negócios de nosso tempo. Usando o mundo dos filmes, dos livros e das músicas, mostrou que a Internet deu origem a um novo universo, em que a receita total de uma multidão de produtos de nicho, com baixos volumes de vendas, é igual à receita total dos poucos grandes sucessos. Agora, neste livro tão esperado, Anderson mostra como chegamos a esse ponto e revela as enormes oportunidades daí decorrentes: para novos produtores, para novos agregadores e para novos formadores de preferências. Ele também analisa a economia da reputação; o fim dos estoques; o efeito Wal-Mart; o poder da produção colaborativa e a ascensão de uma grande cultura paralela. E ainda demonstra como a economia da Cauda Longa se aplica a indústrias tão díspares quanto brinquedos, propaganda e utensílios de cozinha. Finalmente, sugere a observância de nove regras para atuar na Economia de Cauda Longa. Em outras palavras, oferece um vislumbre de um futuro que já está presente.

 

Mad Men

Muitos publicitários e profissionais da área de comunicação acompanharam a série televisiva "Mad Men". A produção de tv narrava a rotina das agências de publicidade em meados dos anos setenta e inspira até hoje profissionais da área. No entanto, poucos sabem que a série foi inspirada em uma obra literária de mesmo nome. Confira maiores informações na sinopse a seguir:

 

Sinopse de "Mad Men - Comunicados do Front Publicitário"

Em 1970, Jerry Della Femina escreveu esta história cheia de fofocas, contada do ponto de vista de alguém do meio publicitário, revelando o modus operandi da Madson Avenue durante a idade de ouro da propaganda. Causou furor, tornou-se best seller e transformou-se em um clássico irreverente, um livro de memórias divertido e Cult. Anos depois, inspirou o seriado Mad Men, que ganhou muitos prêmios e uma legião de fãs.

Jerry Della Femina conta o que viu ao longo de quase 60 anos trabalho como publicitário. Nascido e criado no Brooklyn, foi um adolescente de pouco instrução e entrou no ramo em 1952, aos 16 anos, como office boy de uma agência de propaganda tradicional chamada Ruthrauff & Ryan, em uma época que as agências eram divididas por etnias e bastante sectárias. Ele narra como saiu do zero e batalhou por seu primeiro emprego como redator publicitário e como cresceu e se consagrou na profissão.

Os “mad men” deste livro não tem nada de loucos. São homens inteligentes e bem articulado que representam o sonho americano. O autor evoca um era há muito esquecida, uma era de autoconfiança e otimismo dos Estados Unidos, e ajuda a explicar por que o país se tornou um ícone cultural. Com um texto leve, Jerry Della Femina distrai e diverte, enquanto mostra as mudanças no mercado de trabalho e nos EUA em uma das décadas mais iconoclastas desde os anos 1920.

 

 

Abri minha agência, e agora?

Os livros anteriormente citados foram escolhidos à dedo pensando nos profissionais de publicidade que já atuam no mercado ou então têm sua própria agência. Porém, para aqueles que têm o sonho de criar uma empresa do ramo criativo, a obra "Abri Minha Agência, e Agora?" de Antônio Lino é uma boa opção para compreender os procedimentos básicos de funcionamento de uma agência de publicidade.

Nesta obra, o autor aborda as principais informações que um gestor precisa compreender para gerir de forma adequada uma agência de propaganda rumo ao sucesso (Veja também "Tudo o que um Publicitário deve Saber sobre Gestão Financeira" e veja "Como Gerir as Comissões de sua Agência?"). Confira a sinopse:

 

Sinopse de "Abri minha Agência, e agora?" 

Antônio Lino Pinto, sócio da agência Talent, lança pela Editora Dash seu segundo livro, Abri minha agência, e agora? Aproveitando sua ampla experiência no mercado publicitário, Lino aborda temas que pela primeira vez são colocados em um livro especialmente dirigido a publicitários. Em uma linguagem simples, Lino analisa temas como gestão de pessoas, estrutura de uma agência, gestão da operação, formas de crescimento, governança corporativa, empreendedorismo, rentabilidade por cliente, controles financeiros, escolha de sócios e a relação entre eles, acordo societário, elaboração e análise de um business plan, entre outros. O público-alvo do livro são os donos e gestores de pequenas e médias agências, além de estudantes de publicidade que já estejam pensando em se tornarem empresários.

 

 

Contágio - Por que as coisas pegam?

Um dos maiores desafios de uma mídia paga é gerar espontaneamente a mídia orgânica. Em "Contágio - Por que as coisas pegam", Jonah Berger reflete sobre os fatores que fazem as pessoas compartilharem informações entre si, divulgando um estabelecimento, compartilhando informações positivas de um serviço ou apenas indicando produtos. A obra tem leitura de fácil acompanhamento, o estilo de escrita de Berger é "mastigado" e os exemplos são práticos e fáceis de serem relacionados com o que é visto diariamente nas agências como desafio de clientes. Confira maiores informações na sinopse:

 

Sinopse de "Contágio - Por que as coisas pegam"

O que faz algo ser realmente um sucesso de público?
Se você respondeu propaganda, pense de novo. Hoje as pessoas não dão mais tanta importância para anúncios, elas escutam opiniões. Mas por que falamos mais sobre certos produtos e ideias do que outros? Por que algumas histórias e boatos se espalham com mais facilidade? E o que faz um conteúdo on-line tornar-se viral?Jonah Berger, professor de Marketing de Wharton, passou a última década respondendo essas perguntas. Ele estudou, por exemplo, por que artigos do The New York Times estão sempre na lista dos textos mais enviados por e-mail, ou por que alguns produtos geram boca a boca, e como a influência social define desde os carros que compramos às roupas que vestimos e os nomes que damos a nossos filhos.
Neste livro, Berger revela a ciência secreta por trás do viral e da transmissão social. O autor apresenta seis princípios básicos que impelem todos os tipos de coisas a se tornarem contagiosas, de bens de consumo e iniciativas políticas a boatos no ambiente de trabalho e vídeos no YouTube.

 

 Confissões de um Publicitário

"Confissões de um Publicitário" é a obra de um dos mais aclamados publicitários do mundo: David Ogilvy. De acordo com a própria sinopse do livro, esta é uma obra que permite aos publicitários e profissionais de comunicação e marketing ratificar usufruir dos pensamentos, descobertas e ideias de um dos gênios da prática e da teoria do mercado de comunicação, publicidade e marketing. David Ogilvy é inspirador e talvez muitas de suas ações e formas de pensar possam servir de exemplos a publicitários com forte desejo de crescer e se tornar referência neste mercado. Confira maiores informações na sinopse:

 

Sinopse "Confissões de um Publicitário"

A Bertrand Brasil relança, depois de anos fora de catálogo, o aguardado Confissões de um Publicitário, de David Ogilvy. O livro, com capa inédita, tem texto atualizado e revisado segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.Trata-se de um dos legados mais sólidos e permanentes deixados por seu autor para o ofício e para o negócio da comunicação e do marketing. E essa herança não se recebe apenas em tais atividades, mas também nos campos e nas disciplinas que concernem ao administrador, ao empresário, ao sociólogo, enfim, ao ser humano interessado. Confissões de um Publicitário é a peça escrita que nos permite comprovar e aproveitar as ideias de um gênio na teoria e na prática.

 

Marketing 3.0.

Se você é formado em Marketing ou Comunicação Social, ou até mesmo em áreas correlatas, com certeza, já ouviu o nome "Philip Kotler". Em "Marketing 3.0.", Kotler configura a imagem do novo consumidor de forma diferente da aceita até então. Na obra em questão, o autor reflete sobre como os novos produtos e serviços que chegarão ou continuarão no mercado de forma próspera irão refletir e inspirar os consumidores e atenderão suas necessidades de satisfação e participação de forma apropriada. (Baixe aqui nossa planilha "Estimativa de Job" e calcule os custos e lucros facilmente). Confira a sinopse:

 

Sinopse de "Marketing 3.0"

O novo modelo de marketing - Marketing 3.0 - trata os clientes não como meros clientes, mas como os seres complexos e multifacetados. Estes, por sua vez, estão escolhendo produtos e serviços que satisfaçam suas necessidades de participação, criatividade, comunidade e idealismo. Neste livro, Philip Kotler mostra porque o futuro do marketing está em criar produtos, serviços e empresas que inspirem, incluam e reflitam os valores de seus consumidores-alvo. Ele também explica o futuro do marketing e porque a maioria de seus profissionais está presa ao passado.

 

 

Saiba mais!

Além desses livros, existem materiais educativos na internet que podem auxiliar seu crescimento profissional e alavancar o desenvolvimento de sua agência ou para a qual você colabora. Aqui, no blog da iClips mesmo, você confere dezenas de materiais gratuitos que auxiliam você nessa jornada. Nossa equipe tomou o cuidado de lista alguns que podem lhe auxiliar neste momento. Veja nossa lista:

 



Maria Eduarda Paschoal

Escrito por Maria Eduarda Paschoal

Graduada em Publicidade e Propaganda e completamente apaixonada pela área que atua. Sua brincadeira de criança era criar conteúdos para seus flogs e blogs. Hoje, trabalha como Supervisora de Marketing na iClips e é apaixonada em como emprega suas horas laborais. Marketing – principalmente o digital - é uma das suas maiores paixões.


Posts Relacionados

Ebook Modelo Briefing