<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=424994&amp;fmt=gif">
iZoom 2018

Saiba como usar e a importância do marketing orientado por dados

Você sabe o que é marketing orientado por dados? Descubra como ele funciona e veja dicas para implementá-lo!

[fa icon="calendar"] 28/05/2018

Marketing orientado por dados

Tudo que você precisa saber sobre marketing orientado por dados

O marketing e a publicidade têm mudado muito nos últimos anos. Se antes a maioria das campanhas era baseada em “opiniões” e pesquisas de mercado pouco profundas, hoje as equipes contam com muito mais recursos, principalmente devido ao aumento da tecnologia e do big data.

Se você quer potencializar ainda mais os resultados que tem trazido aos seus clientes, continue a leitura e saiba tudo sobre o marketing orientado por dados!

 

O que é o marketing orientado por dados?

Teoricamente, todas as campanhas de marketing deveriam ser orientadas por dados, mesmo as mais antigas, baseadas em pesquisas de opinião ou de tendências do consumidor. 

Com o surgimento do big data e de várias tecnologias capazes de acompanhar a jornada do consumidor, ficou mais fácil ter acesso a uma infinidade de dados, que devem ser considerados na hora de tomar decisões mais acertadas e produtivas.

Com o marketing orientado por dados é possível acessar informações comportamentais e transacionais do seu público, favorecendo ações como compra de mídia otimizada e orientada ao target, definindo o contexto e as mensagens mais adequadas para atrair e reter essas pessoas.

 

Data Driven

Para compreender melhor o que é o marketing orientado por dados é fundamental abordarmos o conceito de data driven, que pode ser entendido como a capacidade de reunir, integrar e acessar dados de uma grande variedade de fontes internas e externas.

Ou seja, o data driven nada mais é do que uma coleção de informações sobre o seu consumidor, como insights, perfil, tipo de mensagem mais adequada etc. 

 

Vantagens

Trabalhar com dados reais traz ao gestor e às equipes muito mais segurança na hora de desenvolver campanhas e ações estratégias. Justamente por isso, o marketing orientado por dados e o data driven possuem muitas vantagens, como:

  • capacidade de antever cenários, favorecendo a inovação e a manutenção da empresa diante de um mercado extremamente volátil como o que temos vivenciado;
  • tomada de decisões mais estratégias e efetivas, afinal, elas são baseadas no consumidor que se deseja atingir, entendendo o que ele espera da sua empresa, as formas de comunicação que mais prefere e assim por diante;
  • personalização das campanhas de marketing, que se tornam muito mais efetivas perante o público-alvo;
  • indicação do momento exato para que a abordagem seja feita ao cliente, aumentando as chances de vendas;
  • identificação dos clientes mais propensos a consumir o produto em questão, orientando as campanhas e estratégias para essas pessoas;
  • melhora no ROI (Retorno Sobre o Investimento).

 

Como usar o marketing orientado por dados?

 

Colete dados de fontes primárias e secundárias

As informações dos clientes podem ser coletadas de várias maneiras, como de forma secundária, mapeando-se o comportamento do público-alvo no ambiente digital ou de forma primária, por meio de questionários e pesquisas realizadas diretamente com os consumidores.

Porém, para não se perder no mar de informações, é fundamental ter foco. Ou seja, saber exatamente quais dados são relevantes para as suas estratégias, mantendo a atenção em quais métricas e KPIs devem ser analisados.

 

Saiba o que atrai o seu consumidor

Identificar o que os clientes querem e oferecer isso é a chave para uma campanha de marketing bem-sucedida. E isso é possível com o uso do data driven. Quanto mais suas equipes mantiverem um olhar 360º para o consumidor, mais fácil será desenvolver estratégias realmente focadas nessas pessoas e com alto nível de conversão.

Entenda o que mantém esse público interessado, que tipo de informação ou mensagem ele deseja receber e, assim, crie estratégias que ajudem a engajá-lo com a marca.

 

Use os dados para definir campanhas

A fórmula de tentativa e erro está cada vez mais caindo em desuso. Com o auxílio da estatística, é possível analisar campanhas passadas e definir ações de marketing que sejam realmente relevantes, mensurando o retorno esperado de cada ação.

Com essa informação, é possível desenvolver campanhas que sejam mais eficientes e que necessitem de um investimento menor para um retorno mais certeiro.

 

Trabalhe na performance criativa

A performance criativa parte dos dados para entregar resultados de valor aos agenciados e aos clientes dessas empresas. É um marketing de performance, mas que não deixa de lado a criatividade e a inovação.

Para isso, é fundamental que a sua equipe consiga analisar corretamente e mensurar a grande quantidade de dados disponível, e então, a partir dessas informações, ter uma visão mais inovadora sobre as possibilidades e sobre as formas de encantar e surpreender positivamente o público.

O segredo para o sucesso é sempre tentar ser o mais relevante possível para o consumidor.

 

De que forma implementar um modelo de data driven na minha agência?

 

Invista em tecnologia

A tecnologia é fundamental tanto para a captação como para a análise dos dados. E nesse caso é essencial que você busque uma boa solução de Business Intelligence (BI) para as suas necessidades.

Esse tipo de tecnologia não apenas capta dados, mas também cruza essas informações e oferece relatórios detalhados e diversificados, ajudando na hora de analisar o que é relevante e a embasar as suas decisões.

 

Treine sua equipe

Trabalhar com dados exige uma mudança de postura, principalmente dos seus colaboradores, que precisam começar a pensar em campanhas focadas no consumidor. Assim, treine a sua equipe para extrair o máximo possível das tecnologias e, claro, potencialize sua capacidade criativa e de inovação.

 

Foque na gestão

A gestão eficiente é ainda mais importante quando falamos no marketing orientado por dados, sabendo exatamente no que cada time está trabalhando e favorecendo a comunicação entre eles. Por isso, vale a pena investir em softwares de gestão e outras ferramentas que otimizem o fluxo de informações entre suas equipes.

 

Nova call-to-action

 

Mantenha uma cadeia única de fornecimento de dados

É fundamental que todos da sua equipe tenham acesso a mesma base de dados. Por isso, é muito importante ter uma versão única e integrada, caso contrário, cada time poderá trabalhar com uma versão de dados desatualizada, e o resultado será pouco prático e estratégico

 

Transforme os dados em informações estratégicas

Um acúmulo de informações variadas não servirá para nada se você não souber o que fazer com elas. O segredo está na forma como você usa esses dados, transformando-os em ações úteis para o seu público-alvo, como orientando programas de fidelidade, promoções, investimentos em inovações ou até propagandas mais criativas e emocionantes para essas pessoas.

 

Monitore os resultados

Os dados estratégicos não devem ser usados apenas na concepção das ações de marketing, mas também para medir a eficácia delas. Assim, use os feedbacks, relatórios e estatísticas para avaliar o que está dando certo e o que pode ser modificado, sempre se atentando para o ROI (o que vai garantir ações ainda mais certeiras e produtivas).

Como você viu, o marketing orientado por dados é uma realidade capaz de promover estratégias e campanhas muito mais focadas no cliente, entregando a essas pessoas mensagens ou ações que tenham valor real e favorecendo o engajamento com a marca.

Você gostou de saber sobre esse assunto? Agora aproveite e leia o nosso post sobre Business Intelligence e comece a transformar as suas estratégias!



Viviane Rodrigues

Escrito por Viviane Rodrigues

Graduada em Jornalismo e cursando Marketing, auxilia no marketing do iClips e acredita que o marketing digital tem grande importância na condução de qualquer negócio.


Posts Relacionados

Saiba como aumentar a produtividade da sua agência