<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=424994&amp;fmt=gif">
iZoom 2018

Onde anunciar na internet? Veja as melhores possibilidades

Quer trazer ainda mais retorno aos seus clientes? A publicidade online é uma ótima maneira. Leia o nosso post e saiba tudo sobre o assunto!

[fa icon="calendar"] 23/07/2018

Onde anunciar na internet? Veja quais possibilidades trabalhar com seus clientes

Tem dúvidas sobre onde anunciar na internet? Confira nossas dicas e comece já!

Na hora de montar um planejamento digital para os clientes é indispensável pensar em anúncios e formas de promover a marca agenciada. Porém, com tantas opções pode ser difícil definir onde anunciar na internet, não é mesmo?

Conhecer muito bem o que cada rede oferece e ainda entender os objetivos e a segmentação do seu cliente é indispensável. Para ajudar, montamos este conteúdo completo. Confira!

   Confira também:

 

Quais as opções de anúncios na internet?

 

Google

O canal de publicidade online mais conhecido ainda é o Google Adwords. Em 2018, porém, a plataforma passou por mudanças e agora é Google Ads. Além do nome, você encontra mais uma opção: as campanhas Smart, para quem deseja otimizar ao máximo os seus recursos, com funções de machine learning.

Outra novidade é a junção de 2 ferramentas: o Google Analytics 360 e o Double Click Digital Marketing, que agora estão unidos no Google Marketing Plataform.

Apesar das mudanças, você ainda poderá optar por 3 possibilidades:

  • search — anúncios de links patrocinados que aparecem no momento em que o usuário faz uma pesquisa. Esses anúncios são em formato de texto. O Google faz a ligação entre a palavra-chave pesquisada e a relevância do seu anúncio, além de analisar outros itens como o site de destino, o tempo em que o anúncio está sendo veiculado etc.;
  • display — são anúncios mostrados na rede de parceiros do Google, como sites e blogs e também na sua própria rede, como o Google Shopping. Geralmente, são feitos em banners ou peças gráficas e você poderá definir os formatos, tamanhos e também a segmentação. Aqui, o remarketing é permitido. Ou seja, aquela ação de mostrar mais de uma vez o anúncio para um usuário que fez uma busca por palavras-chaves associadas a sua propaganda;
  • YouTube — é uma alternativa para tentar impactar o usuário antes de ele assistir a um vídeo na rede social. O formato mais usado é o pre-roll, mas existem outras opções, inclusive de banners e pesquisa.

Nova call-to-action

 

Instagram Ads

O Instagram é a rede social que mais tem crescido no Brasil. Em 2017, a rede contava com 50 milhões de usuários ativos mensais no país e 2 milhões de anunciantes.

Por isso, investir no Instagram Ads pode ser uma maneira de diferenciar o mix de propaganda online dos seus clientes. Os posts patrocinados podem ser mostrados em vários formatos, como vídeos, fotos ou carrossel de imagens. É possível usar a ferramenta para muitos objetivos como aumentar o número de visualizações em determinados vídeos, gerar cliques e conversões para o site do cliente, realizar instalações de aplicativos, entre outros.

Você também pode usar o Ads para melhorar o branding e a interação do público com o seu produto, por exemplo educando a clientela.

 

Facebook Ads

O Facebook continua como uma das mídias sociais mais influentes no nosso país. Segundo os dados da própria rede, somos em mais de 100 milhões de usuários.

A rede de Zuckerberg ainda oferece outros atrativos, como: possibilidade de segmentação, valores atrativos (sendo o mais barato para atingir mil pessoas quando comparado com mídias tradicionais e outras propagandas online) e possibilidades diversas de uso, como engajamento, geração de tráfego para o site do cliente, geração de leads, entre outros.

 

LinkedIn Ads

Dependendo do foco e da área de atuação do seu agenciado, o LinkedIn Ads pode ser uma opção mais vantajosa, sobretudo no caso de empresas focadas em B2B.

A rede social tem aumentado o número de usuários no Brasil, alcançando a marca de de 29 milhões no nosso país, em 2017.

A vantagem é a possibilidade de criar publicidade qualificada por cargo e por senioridade. Por exemplo, desenvolvendo uma campanha apenas para CEO de cargos de comunicação para o estado de São Paulo.

Porém, o custo por clique é mais elevado do que as demais possibilidades no mercado. Contudo, são usuários mais qualificados.

 

Marketing de afiliados

Para as empresas que trabalham com infoprodutos, outra possibilidade é investir no marketing de afiliados. A recomendação é começar trabalhando junto de uma plataforma, como Hotmart, ClickBank, Eduzz, entre outras.

A partir de então, o infoproduto poderá ser revendido pelos afiliados nos blogs deles e você terá de pagar uma comissão sobre cada venda. A vantagem é que a maior parte da propaganda e dos conteúdos criados para fechar a venda são produzidas pelos afiliados.

Além desses meios para anunciar, ainda existem outras possibilidades, como:

  • Twitter Ads;
  • Waze Ads (mostra anúncios próximos ao local onde o usuário está dirigindo);
  • mídia programática (uma maneira de comprar mídia online sem ter que negociar diretamente com as plataformas. Todo o processo é decidido por um programa de computador que se baseia no perfil dos consumidores e em outras informações, buscando estabelecer qual anúncio deverá ser exibido para certo grupo de pessoas).

 

Como definir onde anunciar na internet?

 

Entenda quem é o público-alvo

Não é porque uma rede social possui mais usuários que necessariamente ela é a mais indicada para o seu cliente. Entender quem é o público-alvo que se deseja impactar e as suas características são passos fundamentais para definir onde a empresa deverá estar presente.

Por exemplo, o LinkedIn pode ser mais interessante para empresas B2B, de RH ou até profissionais liberais (que usam o marketing pessoal) do que o Facebook, embora apresente uma quantidade menor de usuários.

 

Pense nos objetivos da campanha

Para você que precisa de publicidade online: para aumentar as taxas de conversão, capturar mais leads, aumentar o tráfego, melhorar o branding? Todas essas são possibilidades e cada uma pode ter um tipo de anúncio mais indicado.

No caso da venda de um determinado produto, criar um anúncio no Adwords que redirecione para a página inicial do cliente é um erro. O ideal é que o anúncio o encaminhe para uma página objetiva e de alta conversão, com o produto e todas as suas informações.

 

Analise o budget

Saber qual é o orçamento disponível também pode impactar na escolha da publicidade online. Afinal, se você escolher um canal caro demais poderá ter um retorno pequeno e não satisfazer os objetivos da campanha.

Compare a forma de cobrança de cada tipo de anúncio e as possibilidades que a rede oferece, pensando nas métricas importantes, que garantam um ótimo custo-benefício. O Facebook, como dissemos, é a rede mais barata de custo por mil, mas se ela não for relevante para o público-alvo, o investimento não trará retorno.

 

Fique de olho nas métricas

O mais bacana do marketing digital é que ele oferece uma vasta possibilidade de acompanhar as campanhas, permitindo que você modifique uma ação ainda em curso, evitando prejuízos.

Por isso, sempre acompanhe as métricas de acordo com os seus objetivos e analise se o ROI está adequado.  Você poderá investir em testes A/B para identificar o tipo de anúncio, a rede e outras informações mais adequadas antes de gastar todo o budget, por exemplo.

Como você viu, definir onde anunciar na internet não é uma tarefa fácil e exige muito conhecimento sobre as características de cada um dos seus clientes. Contudo, o retorno costuma ser bastante significativo e capaz de modificar a percepção dos seus agenciados sobre o serviço que você presta.

Gostou deste conteúdo? Então, baixe o nosso e-book sobre planejamento estratégico digital e continue aprendendo sobre o assunto!



Viviane Rodrigues

Escrito por Viviane Rodrigues

Graduada em Jornalismo e cursando Marketing, auxilia no marketing do iClips e acredita que o marketing digital tem grande importância na condução de qualquer negócio.


Posts Relacionados

Saiba como aumentar a produtividade da sua agência