<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=424994&amp;fmt=gif">
iZoom 2018

Publicitários: o que fazem na internet e quais são seus costumes no trabalho?

Para entender um pouco melhor o perfil dos publicitários, realizamos uma pesquisa aprofundada e compartilhamos as estatísticas coletadas. Confira!

[fa icon="calendar"] 23/02/2018

A especialidade do time iClips é entender a realidade dos publicitários e de suas agências para oferecer soluções de gestão. Para isso, diariamente acompanhamos profissionais da propaganda ao redor do Brasil e realizamos pesquisas aprofundadas.

Apenas dessa forma nosso time sai do ideal, mergulha no real e entrega soluções alinhadas com as necessidades do público.

Hoje, resolvemos compartilhar um pouco sobre o que descobrimos. Para isso, montamos um compilado de informações sobre o perfil publicitário. Na hora de contratar esses profissionais, com certeza esses dados poderão ajudar. Confira!

publicitários o perfil

 

O perfil publicitário

Para entender um pouco melhor sobre o perfil publicitário, nosso time de marketing levantou alguns dos principais canais, portais e blogs acompanhados pelo público. 

Alguns desses canais foram o blog Vitamina Publicitária, a página da Resultados Digitais e Publicitários Criativos

Em seguida, usamos, em 23 de Fevereiro de 2018, o mecanismo Audience Insights oferecido pela rede Facebook para entender o público. Inserimos o interesse nos canais levantados pelo nosso time dentro da ferramenta e iniciamos a coleta dos dados que você confere a seguir.

 

A localização

A maior parte do público publicitário do Brasil está em São Paulo. Em seguida, Rio de Janeiro. Um ponto interessante de se observar é o aumento do público em Manaus, 15% a mais nos últimos trinta dias.
 

Localização

 Gráficos retirados do Audience Insights — ferramenta do Facebook

 

A idade e o gênero

Gênero
 Gráficos retirados do Audience Insights — ferramenta do Facebook

Quanto ao gênero, 57% são mulheres e 43% corresponde ao sexo masculino. Em comparação com todo o Facebook — segundo a própria rede, a maior parte da audiência corresponde ao sexo feminino, 54% — a tendência é acompanhada pelo público publicitário.

Quando a questão é a faixa etária, temos a maior parte concentrada entre 18 e 34 anos. Entre 18 e 24, encontra-se 24% do público feminino e 27% do masculino. Enquanto que na faixa entre 25 e 34 anos, está 29% do feminino e 32% do masculino.

A partir disso pode-se perceber que entre os 18 e 34 anos, o perfil publicitário é predominantemente masculino, 59%, se contrapondo com 53% do feminino. Apesar de no total o público ser predominantemente feminino, a faixa etária com maior público tem a maior parte masculina.

Com isso, pode-se presumir que o público composto por homens mergulha no mercado publicitário com menos idade que o feminino.

 

 Relacionamento e nível educacional

relacionamento e nível de instrução
 
 Gráficos retirados do Audience Insights — ferramenta do Facebook
Quanto ao relacionamento, 47% afirma ser casado enquanto 30%, solteiro. Sobre o nível educacional, 66% possui nível superior, enquanto 30%, apenas ensino médio e apenas 4% uma pós-graduação.
 

Os costumes do publicitário

Ainda utilizando a ferramenta Audience Insights, levantamos alguns dos costumes do publicitário dentro da rede social mais popular do mundo

 

A frequência das atividades

Publicitários
 Gráficos retirados do Audience Insights — ferramenta do Facebook

Os profissionais da propaganda não costumam resgatar promoções nem compartilhar publicações em sua linha do tempo e perfil. Em contrapartida, estão sempre curtindo muitas publicações, clicando em anúncios e postando comentários. (Aqui começamos a entender um pouco melhor as reações na nossa fanpage).

 

Os dispositivos mais utilizados

acesso
 Gráficos retirados do Audience Insights — ferramenta do Facebook

Quanto ao uso de dispositivos, a preferência é pelos que possuem sistema Android. Um outro ponto a ser destacado é a utilização de desktop. De acordo com a ferramenta de pesquisa, nos últimos trinta dias, houve uma queda de 64% na utilização de computadores.

 

A rotina de trabalho do publicitário

Para entender um pouco melhor sobre a rotina de trabalho do publicitário, foi analisado o iZoom 2018, pesquisa que teve o objetivo de levantar dados sobre a gestão das agências do Brasil, foi disponibilizada gratuitamente para todo o público e possui boas informações sobre a rotina do público. Confira!

 

O trabalho na área financeira

 
financeiro-1

 

De acordo com o iZoom 2018, 66,82% dos publicitários que são proprietários de uma agência coordenam o setor financeiro da empresa e não delega essas tarefas.
 
Segundo a especialista em gestão de pessoas, Érica Quintão, "com o crescimento da empresa criativa, em algum momento esse perfil inevitavelmente terá que ser alterado, caso o objetivo da agência seja realmente crescer".
 

As dificuldades enfrentadas 

 
 
dificuldades
Quando o assunto são as dificuldades enfrentadas por esses profissionais, mais de 40% são relacionadas à conquista de novos clientes para as empresas em que trabalham. 

Em segundo lugar, com 40,9% dos votos, está o desafio de saber rentabilizar sua empresa criativa. 

De acordo com Rafaele Fachinetto, supervisora comercial  que lida diariamente com agências de todo o Brasil, esse panorama está muito alinhado com a realidade. Isso porque muitas vezes as faculdades de Propaganda e relacionadas à área não oferecem capacitação em gestão empresarial. E, a partir disso, esses profissionais acabam enfrentando dificuldades em conduzir uma empresa tão complexa como uma agência de publicidade. A solução é contar com ajuda especializada. No mercado há muitas. Desde ferramentas até consultores".

 

Permanência na empresa

turnoverDe acordo com o iZoom, a maior parte das agências brasileiras possuem um turn over inferior a 5%.

Mas, um dado assustador é o de que quase 30% das agências possuem um turn over superior 6%.

 

 

Os salários oferecidos

Uma hipótese levantada por muitos profissionais para as taxas elevadas de turn over é a questão salarial.

Sobre esse ponto, foram analisados mais uma vez os dados do iZoom. A partir da análise, foi constatado que:

  • 43,8% dos profissionais recebem até R$1.500;
  • 39,2% recebem de R$1.501 a R$3.000;
  • 15,4% recebem entre R$3.000 e R$5.000;
  • E apenas 1,5% possuem folha de pagamento maior que R$5.001.

Fazendo uma relação entre as taxas de turn over com a questão salarial, segundo Érica Quintão, "muitos pensam ser isso [o alto turn over] um problema acarretado pelos baixos salários. Porém, a situação é um pouco mais complexa do que simplesmente a questão salarial! A remuneração pode ser um dos fatores que compõem um arsenal mais complexo."

No contexto, Érica se refere a arsenal como um grupo de tópicos que juntos influenciam a permanência de um colaborador. Alguns desses pontos são o ambiente acolhedor, o alinhamento entre as atividades propostas com as executadas, a capacitação contínua do time, a integração entre a equipe, a localização da empresa, os benefícios, entre outras questões.

Após toda a análise, nosso time pontuou alguns tópicos mais importantes sobre o perfil publicitário. São eles:

  • apesar de a maior parte do público publicitário ser do sexo feminino, na faixa etária entre 18 e 34 anos a predominância é do gênero masculino;
  • publicitários não costumam compartilhar postagens. Em contrapartida, são engajados em publicar comentários e curtir publicações;
  • a maior parte dos profissionais de propaganda estão concentrados em São Paulo e Rio de Janeiro. No entanto, houve um acréscimo considerável nos últimos 30 dias para a região de Manaus;
  • a maior parte do público, 47%, é casado;
  • apesar de mais de 60% terem concluído uma graduação, apenas 4% deram continuidade ao nível de pós-graduação;
  • 87% dos publicitários utilizam dispositivos com sistema Android;
  • mais de 60% dos profissionais que são proprietários de agências lidam diretamente com o setor financeiro;
  • mais de 44% dos profissionais de propaganda possuem dificuldades na conquista de novas contas e mais de 40% na rentabilidade dos jobs;
  • mais de 30% das agências de publicidade possuem um turn over entre 6 a 10%;
  • apenas 1,5% dos profissionais recebem salários superior a R$5.001 e mais de 40% possuem salários inferiores a R$1.500.

Agora que você tem um panorama geral dos costumes e perfil publicitário, que tal contar um pouco para nós sobre como é a sua realidade? Vamos movimentar essa discussão! Para isso, utilize a caixa de comentários no final da página.

 



Maria Eduarda Paschoal

Escrito por Maria Eduarda Paschoal

Graduada em Publicidade e Propaganda e completamente apaixonada pela área que atua. Sua brincadeira de criança era criar conteúdos para seus flogs e blogs. Hoje, trabalha como Supervisora de Marketing na iClips e é apaixonada em como emprega suas horas laborais. Marketing – principalmente o digital - é uma das suas maiores paixões.


Posts Relacionados

Saiba como aumentar a produtividade da sua agência