06
nov

5 dicas para melhorar o seu fluxo de nutrição

Toda agência precisa de um fluxo de nutrição bem construído para conseguir clientes e manter um bom relacionamento. Confira nossas dicas!

dicas para melhorar o fluxo de nutrição

Para aquelas pessoas que trabalham com Inbound Marketing, criar e melhorar o fluxo de nutrição de leads são os momentos mais importantes do seu trabalho.

Apesar disso, essa não é uma tarefa tão fácil quanto parece: para atingir esse objetivo com eficiência, é essencial conhecer o básico e utilizar as estratégias de Inbound Marketing.

Caso não esteja familiarizado com o termo, o fluxo de nutrição representa uma sequência de emails, que tem como principal objetivo iniciar e melhorar o relacionamento da sua empresa com os seus clientes.

Dessa forma, é possível enviar a mensagem certa para o seu público-alvo no momento ideal, algo que pode converter em vendas sem que você precise gastar mais dinheiro com essa estratégia.

Pronto para entender um pouco mais sobre como melhorar o seu fluxo de nutrição? Acompanhe essas dicas!

Kit de produtividade Este material completo vai alavancar os resultados da sua agência!

Baixando nosso material você terá acesso a planilhas, vídeos, guias e ebooks para aumentar a produtividade da sua agência

Confira as dicas de como melhorar o fluxo de nutriçao da sua agência

1. Defina o seu objetivo

O primeiro passo para desempenhar qualquer estratégia de marketing é definir quais são os seus objetivos. Dessa forma, é possível garantir que todo o trabalho será montado, assim como as suas principais atividades, em cima desse objetivo.

Da mesma maneira, essa deve ser a primeira etapa no processo de criação do fluxo de nutrição.

Por esse motivo, é sempre interessante reunir toda a sua equipe de marketing, principalmente nas pessoas focadas em estratégia de inbound marketing, para garantir que os objetivos definidos sejam os melhores para a empresa e a marca.

Esse objetivo pode variar de acordo com cada empresa. Muitas estão preocupadas em controlar melhor o seu fluxo de caixa, enquanto outras pensam em como gerar mais leads. 

Agora que você e a sua empresa já tem estabelecido qual é a sua principal meta, pronto para seguir para a próxima dica?

2. Conheça sua persona

Para que qualquer estratégia de marketing seja bem-sucedida, seja ela o marketing de rede, de conteúdo ou alguma outra, é muito importante ter estabelecido quem é a sua persona.

Apenas tendo isso bem estabelecido é possível garantir que serão criadas as mensagens certas para essas pessoas. Dessa forma, é possível entender mais sobre quais são as suas particularidades, assim como fazer um levantamento sobre as dúvidas e problemas que precisa resolver.

Além disso, conhecendo melhor a sua persona é possível garantir uma melhor segmentação do seu fluxo de nutrição, aumentando a taxa de conversão.

Isso ocorre porque, ao conhecer a persona para quem você está produzindo o conteúdo, é mais fácil de definir quais são os conteúdos de interesse, assim como quais estratégias podem fazer com que o indivíduo avance no funil de vendas.

3. Escolha um meio de envio

Normalmente, para seguir um melhor fluxo de nutrição, as pessoas costumam escolher o e-mail marketing para garantir um melhor sucesso.

Para isso, é muito importante conhecer bem a ferramenta de automação de marketing para entender quais são as primeiras ações que você precisa realizar para garantir que terá os dados dos seus clientes.

Esses leads normalmente são conseguidos através do preenchimento de formulários, download de algum material, visitas a uma página específica e até mesmo pelo retorno do e-mail marketing.

4. Seja pessoal com seus leads

Antes de começar a produzir os conteúdos do seu e-mail marketing, é importante voltar ao seu objetivo, definido logo no primeiro passo.

Apenas através dessas metas estabelecidas, você consegue visualizar de maneira mais fácil quais são os passos que os seus leads devem seguir para atingir o seu objetivo.

Algumas das principais estratégias de e-mail marketing são:

  • assuntos chamativos e curtos;
  • layout responsivo para smartphones e tablets;
  • mensagens curtas, escritas de maneira objetiva;
  • um call-to-action no fim da mensagem.

Dessa forma, além de garantir que os seus leads vão receber mensagens que sejam atraentes para eles, é possível chamá-los para seguir o seu objetivo estabelecido.

Além disso, é muito importante que os emails sejam escritos de maneira pessoal. Ninguém quer ler uma mensagem que parece ter sido escrita por um robô, não é mesmo?

Por conta disso, é muito interessante estabelecer uma relação pessoal com o indivíduo, mesmo que você não saiba direito quem é ele.

Afinal, as suas principais preocupações e angústias você sabe quais são e isso você pode mostrar a ele por meio das suas mensagens.

5. Crie um calendário de envios

Como dissemos logo no começo, o fluxo de nutrição pode não parecer um processo tão simples quanto parece.

Isso porque é necessário seguir várias etapas, assim como não é interessante enviar apenas um e-mail para o seu lead, mas sim seguir com uma periodicidade em que suas mensagens serão enviadas.

Nesse momento, é importante pensar em dois pontos: o primeiro é que, se os e-mails forem enviados com um intervalo longo entre eles, a probabilidade do indivíduo esquecer sobre o que se trata e sobre a marca é grande.

Entretanto (esse é o segundo ponto que deve ser pensado), não é interessante lotar a caixa de e-mails do seu lead, pois corre o risco de acabar indo para a caixa de spams ou do indivíduo se descadastrar da sua lista de e-mails.

Sendo assim, para manter um bom relacionamento com os seus leads, é interessante manter o intervalo entre dois e cinco dias.

Mas isso não é uma regra! Pelo contrário, como qualquer estratégia de marketing, é possível adaptá-la para a sua empresa.

Dica extra para melhorar seu fluxo!

Pensou que tinha acabado nessas cinco dicas, não é mesmo? Mas separamos outra dica especial para você!

Como qualquer estratégia de marketing, os seus resultados são fáceis de serem monitorados e analisados.

Todo o processo de criação de fluxo de nutrição se torna inválido quando os dados não são monitorados, pois não é possível analisar se as estratégias estão sendo positivas ou não.

Existem algumas métricas que são muito importantes de serem analisadas. As principais delas são: taxa de abertura, cliques, conversão e descadastro.

Além disso, apenas quando você consegue mensurar todos esses dados, pode perceber quais foram os seus erros e onde pode melhorar, não é mesmo? 

Ou seja, após terminar uma campanha de fluxo de nutrição, a sua empresa já estará pronta para a próxima!

Este conteúdo sobre como melhorar o fluxo de nutrição foi produzido por Letícia Eleutério, redatora na Ideal Marketing.

Nova call to action