27
mar

5 Filmes da Netflix que todo publicitário deveria assistir

Filmes, Netflix e Publicitários são três coisas que andam de mãos dadas. Pensando nisso, reunimos uma lista de cinco filmes disponíveis no Netflix que todo publicitário deveria assistir.

5 Filmes para nenhum publicitário colocar defeito!Você é publicitário e não sabe como se inspirar? Confira 4 filmes da Netflix que você deveria assistir!

Assistir a filmes e documentários é uma ótima maneira de aprender e absorver informações, e é melhor ainda quando essas obras são de fácil acesso. Esse é um método mais dinâmico e super divertido de ensinamento. Ver os melhores filmes Netflix não é só um hobby, pode ser um grande aprendizado.

Em diversas profissões, como os publicitários, é possível acrescentar ensinamentos na bagagem cultural por meio desses conteúdos audiovisuais com temas diversificados e até mesmo se tornar um profissional com maior potencial criativo.

Se fôssemos fazer uma lista geral de filmes, ela ficaria interminável. Por isso, separamos 4 obras disponíveis na Netflix que todo publicitário deveria assistir. Confira!

 

1. As Mil Palavras

A comédia conta a história do executivo Jack McCall, interpretado pelo ator Eddie Murphy, que sempre consegue os melhores negócios por meio de sua oratória. Porém, um feitiço faz com que o personagem tenha que economizar as palavras para sobreviver. A cada palavra, uma folha de sua árvore cai. Na milésima folha, Jack iria morrer.

Esse filme mostra como um profissional precisa usar a sua criatividade para conseguir novas maneiras de atingir as pessoas. A obra foi lançada em 2012, dirigida por Brian Robbins, e, além de Eddie Murphy, tem em seu elenco as atrizes Kerry Washington, Allison Janneu e os atores Clark Duke, Cliff Curtis e Alain Chabat.

 

2. Steve Jobs — O Homem e a Máquina

O filme conta a história de Steve Jobs, cofundador da Apple e um dos maiores gênios da Era Digital. A obra retrata como o personagem era um visionário das tecnologias e um revolucionário da sua aplicação à vida cotidiana das pessoas. Apesar de ser um homem com muitos defeitos, ele era visto como um exemplo de liderança de equipes talentosas.

Esse filme foi lançado em 2015 e dirigido pelo vencedor do Oscar Alex Gibney. "Steve Jobs — O Homem e a Máquina" é importante porque mostra como o personagem principal tinha uma noção de mercado, publicidade e marketing para divulgar e criar seus produtos.

 

3. Audrie & Daisy

Esse documentário original da Netflix relata as vidas de Audrie e de Daisy, que foram estupradas em uma festa por meninos que elas acreditavam serem seus amigos. O pesadelo fica ainda pior quando elas começam a sofrer abusos de maneira virtual. Além do abuso sexual, elas também foram vítimas do poder das redes sociais e da internet.

O longa mostra questões como o papel da mídia e dos canais digitais e o impacto que isso teve na vida das duas personagens. A obra, que foi lançada no Brasil em 2016 e tem Jon Shenk e Bonni Cohen como diretores, tem um conteúdo muito interessante para jovens e profissionais de comunicação, principalmente.

 

4. Felicidade por um fio

O filme retrata a vida da personagem Violet, interpretada pela atriz Sanaa Lathan. Ela é uma jovem negra e que aparentemente tem uma vida perfeita: é uma publicitária bem-sucedida, tem um namorado e um cabelo longo e bonito. Após uma confusão, percebe que o seu cabelo se tornou um símbolo de uma vida que ela quer deixar para trás.

A obra, lançada em 2018 e dirigida por Haifaa al-Mansour, trata de temas como empoderamento feminino e liberdade. Além disso, mostra como uma publicitária de sucesso pode mudar a sua vida completamente, se renovar por meio de outros projetos e conseguir atingir novos públicos com o seu trabalho.

 

Filmes sobre publicidade que não estão na Netflix

E se você já assistiu todos os filmes citados acima, mas não abre mão de conhecer novos, aqui vai uma lista de filmes que não estão na netflix!

 

1,99 — Um Supermercado Que Vende Palavras

Esse longa brasileiro é um drama mesclado com ficção científica e foi lançado em 2003. Ele faz uma crítica à publicidade, ao trabalho dos publicitários e, principalmente, à sociedade moderna. A história se concentra em um mercado fictício onde várias pessoas robotizadas compram produtos não concretos, como sentimentos e slogans.

"1,99 — Um Supermercado Que Vende Palavras" traz diversas reflexões sobre problemas do mundo no início dos anos 2000, mas que ainda se mantêm atuais, como o racismo, o consumismo exagerado e a falta de empatia das pessoas na sociedade. O filme tem direção de Marcelo Masagão e conta com o ator Alex Ramalho e a atriz Agnes Rosa.

 

Fome de Poder

O filme conta a história da rede de fast-food McDonald's desde a sua criação, mostrando como o personagem central, Ray Kroc, interpretado por Michael Keaton, se interessou pela lanchonete dos irmãos Richard e Maurice McDonald, no sul da Califórnia. O negócio era inovador, mas Ray tinha uma ideia mais visionária para ele.

A obra mostra como as atitudes de Ray Kroc tornaram o McDonald's uma das maiores redes de franquias do mundo e como ele conseguiu fazer com que o comportamento de comer em fast-foods se tornasse algo cultural dos americanos. Dirigido por John Lee Hancock e lançado em 2016, tem Michael Keaton e John Carroll Lynch no elenco.

 

Obrigado por fumar

A obra retrata a vida de Nick Naylor, interpretado pelo ator Aaron Eckhart, que é o porta-voz das grandes indústrias de cigarro nos Estados Unidos. O personagem fica famoso por defender os direitos dos fumantes no país com manipulações de informações, com o objetivo de amenizar os dados do produto nas propagandas de programas de TV.

Aos poucos, as mensagens que Nick Naylor passa para a sociedade vão causando dúvidas na cabeça de jornalistas, políticos e até de seus familiares. Isso começa a preocupá-lo e ele vai tentar resolver todos os problemas e mal-entendidos. O filme é dirigido por Jason Reitman e foi lançado em 2005.

 

Lemonade

Esse documentário curto, com pouco mais de 30 minutos de duração, tem como tema principal a inovação e o processo de redescoberta. A história central conta como publicitários norte-americanos usaram suas ideias criativas para se reerguer após a demissão. É um documentário que inspira e fala sobre a criatividade das pessoas.

Os personagens são 17 profissionais publicitários que foram demitidos durante a crise de 2008 e criaram novos negócios por meio de um processo criativo. O documentário mostra muito mais do que uma história de esperança, mas de busca pela felicidade. Ele foi lançado em 2009 e dirigido por Erik Proulx.

 

Do que as mulheres gostam

A comédia conta a história do personagem Nick Marshall, interpretado pelo ator Mel Gibson, que é um executivo que passa a escutar os pensamentos na mente das mulheres após um acidente. Nick fica confuso, mas aos poucos percebe que pode tirar proveito disso, tanto na parte profissional quanto na pessoal.

O longa tem uma mensagem muito interessante para passar sobre a necessidade de se colocar no lugar dos outros e tentar entender suas necessidades. No caso do personagem central, ele achava que entendia as mulheres, mas teve uma grande surpresa negativa. O filme foi lançado em 2001 e dirigido por Nancy Meyers.

 

Muito loucos

O longa lançado em 1990 é uma forma de crítica ao mercado publicitário. A comédia conta a história de um publicitário chamado Emory Leeson (interpretado por Dudley Moore) que, após ser abandonado pela mulher, passa a ter um surto de sinceridade e cria uma campanha publicitária falando a verdade sobre os produtos.

Após saber da ideia, o chefe do personagem o demite e o obriga a fazer tratamento psiquiátrico. Porém, o material da campanha acaba sendo impresso equivocadamente e faz o maior sucesso no mercado. O filme tem direção de Tony Bill e Barry L. Young. Além de Dudley Moore, o elenco conta com Daryl Hannah, Mitch Markowitz e David Paymer.

 

Como fazer carreira em publicidade

A obra conta a história de Dennis Dimbleby Bagley, um brilhante publicitário que não consegue criar um slogan para vender um creme inovador e revolucionário contra espinhas. A tensão por não conseguir terminar o trabalho acaba afetando o seu relacionamento com familiares e o deixando com uma sensação de loucura.

O longa, lançado em 1989 e dirigido por Bruce Robinson, mostra como os profissionais de publicidade acabam se cobrando demais por certos trabalhos e muitas vezes têm suas relações pessoais afetadas por isso. O elenco conta com os atores Richard E. Grant, Rachel Ward e Richard Wilson.

 

No

"No" é uma produção do Chile que concorreu ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. O longa se passa no país sul-americano, em 1988, quando o ditador Augusto Pinochet foi obrigado pela comunidade internacional a abrir um plebiscito sobre o apoio ou não do povo à ditadura e se ela deveria continuar.

O personagem René, interpretado pelo ator Gael García Bernal, é um publicitário contratado pelo ditador para criar a campanha para a sua posição política no plebiscito. O longa mostra os verdadeiros anseios dos publicitários e o longo processo até chegar ao trabalho perfeito. O filme foi lançado em 2012 e dirigido por Pablo Larrain.

 

Joy

O longa, estrelado pela vencedora do Oscar Jennifer Lawrence, é baseado em fatos reais e conta sobre a vida de Joy Mangano. A americana era uma vendedora que resolveu dar uma chance para as suas ideias criativas e inventou um acessório de limpeza bastante inovador no fim dos anos 80 nos Estados Unidos.

O filme tem como objetivo mostrar como uma mulher precisava enfrentar barreiras para ser inserida no mercado de trabalho nessa época no país. Ele conta uma história de perseverança, sobre acreditar em seus sonhos e na sua capacidade sempre. A obra foi lançada em 2016 e dirigida por David O. Russell.

Assistir aos melhores filmes Netflix e também a outras obras que falem de publicidade pode trazer mensagens muito interessantes aos profissionais da área. Alguns longas e documentários falam sobre acreditar no seu potencial e nas suas ideias. Por muitas vezes, elas não nascem prontas, mas são moldadas até ficarem perfeitas.

E aí, gostou das nossas dicas de filmes? Então siga agora mesmo as nossas redes sociais. Estamos presentes no Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn e YouTube.