30
mai

Entenda, de uma vez por todas, o que é marketing de performance

Será que a sua agência está preparada para começar a vender marketing de performance? Leia e descubra!

O que é Marketing de Performance?

Tudo o que você precisa saber sobre o Marketing de Performance

Não é muito difícil imaginar o que o cliente deseja quando passa pela porta da nossa agência.

O objetivo é sempre o resultado, que pode ser o aumento de vendas, maior engajamento com o público, posicionamento melhor da marca e assim por diante.

Mas, uma coisa é certa: ninguém quer investir dinheiro em um jogo de tentativas e erros.

É preciso saber como atingir o objetivo do cliente e chegar lá. É dessa ideia que surge um novo tipo de marketing, focado na performance. Continue a leitura e descubra o que é marketing de performance e como a sua agência poderá se adequar a esse novo conceito.

 

   Confira também:

 

O que é marketing de performance e quais suas vantagens?

O marketing de performance está atrelado ao marketing digital, devido a sua ampla capacidade de mensuração. Como o próprio nome sugere, essa estratégia visa o resultado, focando principalmente no quanto de retorno o cliente tem em relação aos custos para que a estratégia funcione.

Assim, podemos definir o marketing de performance como um conjunto de estratégias voltadas para os resultados. Para isso, é utilizado todo o “arsenal” de métricas, acompanhando o trajeto do possível cliente e pensando em ações mais “certeiras” de acordo com o objetivo esperado.

 

Vantagens

Quando o cliente faz um anúncio em um canal de TV, é muito difícil para ele mensurar quantas pessoas assistiram e se envolveram com a propaganda (já que ele apenas tem os dados da quantidade de televisores ligados no canal naquele horário) e também do quanto esse anúncio se reverteu em vendas.

Com o marketing digital, acessar esses dados ficou mais fácil. Isso dá uma noção mais “palpável” para os clientes e também para quem realiza as estratégias, podendo analisar o comportamento do consumidor e desenvolver ações que aproveitem melhor o orçamento.

Algumas vantagens do marketing de performance estão em destaque, como:

  • possibilidade de mensuração das ações realizadas em tempo real;
  • aumento da capacidade de compreensão do cliente sobre os resultados;
  • maximização dos resultados (evitando investimentos em ações que trazem pouco retorno);
  • possibilidade de intervir rapidamente quando a estratégia não traz os retornos esperados;
  • chances maiores de atrair leads realmente qualificados, aumentando as taxas de conversão;
  • maior compreensão do cliente sobre os benefícios trazidos com as estratégias, aumentando as taxas de fidelização para a agência;
  • facilidade em calcular o ROI (Retorno Sobre o Investimento);
  • capacidade de produzir mais com menor investimento.

 

A minha agência está preparada para o marketing de performance?

Agora que você já compreende o que é marketing de performance, será que a sua agência está preparada para oferecer esse tipo de serviço? Veja alguns pontos essenciais para isso.

 

Capacidade de planejamento

O bom planejamento é a base de qualquer estratégia de marketing de performance. Por isso, é muito importante que a sua equipe tenha essa capacidade.

Analisar quem é o público-alvo do cliente, os comportamentos e as mídias sociais que essas pessoas mais usam, por exemplo, são passos primordiais.

Além disso, é preciso compreender os custos de cada ação que vocês planejam fazer, como o ROI da estratégia, o custo de aquisição de clientes, custo por clique (no caso de anúncios) e assim por diante, oferecendo ao agenciado uma proposta coerente e detalhada.

 

Definição das métricas e KPIs

Não existe marketing de performance sem métricas ou KPIs, e esses dois itens devem ser muito bem planejados e de acordo com os objetivos da sua estratégia.

Se a ideia é melhorar o tráfego orgânico, não adianta você oferecer um relatório sobre as impressões dos anúncios realizados. É preciso coerência sobre as métricas que você escolhe e, claro, conhecimento profundo do universo digital.

Quanto mais a sua estratégia for otimizada, menor será o investimento que o cliente terá de fazer (e claro, mais feliz e satisfeito ele ficará com o serviço).

 

Organização eficiente

Já deu para notar que o marketing de performance exige muito mais das agências, não é mesmo? Isso significa que a sua equipe terá de ter uma organização acima da média, com todos os setores integrados.

Afinal, se cada parte trabalha de uma forma, dificilmente você conseguirá ter resultados expressivos, o que é a base de qualquer estratégia de marketing de performance.

Por isso, vale a pena começar a treinar as equipes e investir em maneiras de controlar o fluxo de informações e de demandas entre elas, automatizando ou usando um software específico para controlar o fluxo de tarefas, por exemplo.

Lembre-se de integrar todas as estratégias: inbound, outbound, mídia paga e assim por diante. Quanto mais tudo estiver em sintonia, com mais facilidade os resultados esperados serão atingidos.

 

Nova call-to-action

 

Capacidade de inovar

Pode parecer que o marketing de performance não tem muito espaço para a criatividade, já que é repleto de dados, indicadores e métricas, mas isso não é verdade.

Para conseguir atingir o resultado proposto com o menor investimento possível, é fundamental ter uma boa dose de inovação. Os dados vão ajudar a tomar decisões mais certeiras, mas ainda é importante conseguir ter ideias inovadoras, criando estratégias diferenciadas para cada cliente.

Se você ainda não tem certeza de que o marketing de performance é um serviço adequado para a sua agência, existem alguns questionamentos que poderão ajudar.

  • A sua agência já trabalha com marketing digital?
  • Existem formas de integrar os seus departamentos?
  • Os seus clientes estão satisfeitos com os resultados atuais que a sua empresa vem oferecendo?
  • A sua equipe domina todas as ferramentas necessárias para a obtenção e análise de dados?

 

Como vender o marketing de performance?

Sendo o marketing de performance algo tão diferenciado, é claro que as maneiras como você comercializa esse serviço também devem ser diferentes.

Ou seja, é preciso criar uma proposta mais detalhada e capaz de permitir que o cliente saiba exatamente quanto terá de investir, quais resultados terá e em quanto tempo.

Esse tipo de marketing não permite “achismos” e “divagações”. É preciso trabalhar com dados para basear as suas decisões. O mesmo deve ser feito no momento da venda, demonstrando de forma clara para o seu cliente o que ele terá de retorno, focando, sobretudo no ROI.

E, claro, é fundamental conseguir entregar o que você prometeu. Por isso, conhecer muito bem as principais ferramentas, métricas e KPIs é de extrema importância.

Quando o cliente consegue acompanhar o que está sendo feito e quais resultados têm sido gerados, ele passa a compreender que o valor pago à agência é um investimento e não um gasto, tendendo a ampliar essa parceria e a ser fiel ao seu negócio.

Você gostou de saber o que é marketing de performance? Então, continue se informando sobre o assunto lendo o nosso post sobre relatórios de resultados!