18
set

UX Design: tendências para você aplicar em sua agência

Quer saber como usar os conceitos de UX Design na sua agência? Acompanhe no post!

como aplicar o ux design nas agências

O termo UX Design (User Experience Design), apesar de não ser novo, tem sido muito aplicado no desenvolvimento de novas tecnologias. 

Essa área é responsável por assegurar que o design projetado esteja alinhado com as necessidades dos usuários no momento da interação com a empresa, seja por meio da plataforma, aplicativos, pontos de vendas ou websites.

As empresas, por sua vez, cada vez mais conscientes da importância do UX Design, estão ativamente em busca de profissionais ou agências que atendam suas necessidades, entregando resultados e projetos que beneficiem cada vez mais a experiência de seus clientes e usuários. 

Continue a leitura descobrir quais são/serão as tendências de UX Design em 2019-2020. 

5 tendências em UX Design 

Em uma era de constantes mudanças, o UX Design não fica para trás. Se preparar para o que está por vir e se manter atualizado é essencial. Como agência (ou profissional da área), é preciso muita pesquisa, estudos e foco no usuário. Por isso, preparamos uma lista com 5  tendências em UX Design para o futuro (e para já!).

Experiências personalizadas 

Com as possibilidades de segmentação, hoje é possível personalizar experiências e campanhas para públicos e perfis diferentes entre si. Com isso em mente, UX designers devem entender cada público-alvo, conduzir pesquisas segmentadas e entregar uma excelente experiência aos usuários. 

Um bom exemplo é utilizar a quantidade imensa de dados que são coletados todos os dias, transformando-os em recomendações personalizadas, utilizando como inspiração modelos baseados em inteligência artificial e machine learning para recomendar conteúdos e opções mais próximas das preferências de cada um.

Autenticação Rápida por ID 

Autenticações rápidas pela utilização de botões de Touch ID (presente na maioria dos smartphones) ou Face ID (reconhecimento facial) continuarão sendo as apostas para tornar a experiência do usuário ainda mais dinâmica e simples. 

Ao invés de perder tempo preenchendo nomes/logins e senhas para acessar aplicativos, basta utilizar a digital ou o rosto, transformando a experiência em um verdadeiro “one-click login”

Realidade aumentada

Os UX Designers também poderão investir em tecnologias de realidade aumentada (ou AR), que entregarão mais valor com a nova era da internet 5G, possibilitando a criação de cenários mais interativos aos usuários. 

Uma pesquisa realizada em 2018 pela Gartner, revelou que 46% dos varejistas planejam implantar, até 2020, sistemas de AR ou VR para melhorar a experiência do cliente. 

O aplicativo Snapchat, por exemplo, já utiliza este recurso por meio da câmera para escanear objetos, exibir links de compra, digitalizar músicas e até resolver problemas matemáticos! 

Melhor interação com o conteúdo 

Em relação ao conteúdo, é preciso que as aplicações sejam cada vez mais imersivas. Criar telas confortáveis para o usuário é extremamente importante, principalmente pensando no mobile. 

Assim, o design da interface e tamanho crescente de telas deve estar no radar do UX Designer, uma vez considerando os infinitos modelos e tamanhos de tablets.

Podemos utilizar como exemplo a interface do Samsung One, que divide a tela do device em duas: a de cima para ver o conteúdo e a de baixo para interações. 

Aos que trabalham com audiovisual, uma ótima dica nesse sentido é produção de vídeos interativos, nos quais o espectador amplia sua participação em uma espécie de “game”, como no episódio Bandersnatch, da série Black Mirror. 

Melhorias estéticas (e perceptíveis)

Os usuários buscam em suas experiências um design cada vez mais minimalista, com personalidade e que passe uma mensagem de facilidade de uso. 

Se você busca a criação de um design nesse estilo, comece pelo ícone. A reformulação do design do Office 365 é uma boa inspiração, que trocou seus ícones robustos por formas mais abstratas e que representam seu significado. 

Além das tendências mencionadas, existe uma infinidade de novidades rolando por aí. Assim, como profissional de design ou empresa prestadora de serviços da área, é preciso reconhecer as constantes mudanças e manter-se antenado às inovações e melhorias que estão surgindo. 

E aí, já utilizou algum exemplo em seu projeto? Conte para a gente nos comentários!

Este post sobre UX Design foi desenvolvido por Mayara Toyama, do time de conteúdo da Revelo, uma HR Tech que utiliza Inteligência Artificial para inverter o esquema de recrutamento.